Official website of the New England Patriots

replay
Replay: Patriots Unfiltered Sun Aug 02 - 12:00 AM | Mon Aug 03 - 11:59 PM

A defesa torna a brilhar frente aos Jets

A grande preocupação de muitos fãs durante a primeira metade da temporada, a defesa do New England Patriots continua a subir de forma e é presentemente a que menos pontos consentiu na National Football League. Frente aos Jets conseguiu mais quatro* turnovers*, algo que deixou bastante agradado o treinador Bill Belichick.

"Sim, não há nada que se relacione mais com as vitórias do que os turnovers," disse Belichick na conferência de imprensa pós-jogo. "O número um [para se ganhar] são os pontos, o número dois são os turnovers. Conseguimos alguns hoje e conseguimos convertê-los em pontos. O field goal que eles falharam, não é um* turnover* mas é uma espécie de turnover, e depois conseguimos converter também. Juntando-se essas jogadas temos uma grande parte do jogo."

Até mesmo Tom Brady considerou que a defesa "fez um grande jogo, entregaram-nos a bola muitas vezes. Foi uma grande vitória. Jogamos sob condições difíceis [chuva e vento] e demonstrámos alguma força mental. Foi uma grande vitória; 13-2 [13 vitórias-2 derrotas] é muito bom."

38ff6d13721d41b8b15986ff522d9cb6.jpg

ParaDevin McCourty, um dos capitães da defesa, criar turnovers "é enorme, muda realmente o jogo, conseguimos aquela interceção na parte inicial do jogo, colocámos o ataque novamente no terreno, o Malcolm [Butler] apanha um fumble no campo defendido pelos Jets, nós marcámos e isso muda o jogo. Aqueles passes longos na faixa lateral podem resultar de duas formas, ou em receção longa deles para lhes dar impulso, ou então tu desmoraliza-os com aquela interceção."

"Nós temos colocado ênfase nisso [criar turnovers] desde a primeira semana," acrescentou o defensive back Eric Rowe, que criou um desses turnovers com uma interceção. "Sabíamos no início da temporada que não estávamos a conseguir tantos quanto desejado, mas temos continuado a trabalhar durante os treinos, e colocado um enorme ênfase nisso e agora estão a chegar aos montes. E na hora certa também, perto do final da temporada. Quando conseguimos um, ficamos todos entusiasmados porque muda o impulso do jogo e damos a bola novamente ao Tom [Brady]. Então, depois disso queremos mais um e temos a mentalidade de continuar a procurar mais [turnovers]."

DEVIN MCCOURTY DESTACA A PREPARAÇÃO

Para Devin McCourty, era importante não desleixar neste jogo, não pensar na conquista de mais um título na divisão, assegurado na semana passada em Denver, mas sim continuar a procurar as vitórias para assegurar a vantagem de poder disputar em casa, no Gillette Stadium, todos os jogos dos play-offs.   

"Isso foi parte importante da nossa mentalidade, nós sabemos que toda a gente quer falar sobre a vantagem de jogar em casa nos playoffs e tudo isso, mas nós sabemos que o mais importante para a nossa equipa é jogar bom football," explicou Mc Courty.

"O próximo objectivo, conforme eu disse durante a semana, é executar durante os treinos, jogar e treinar a um alto nível. Isso dá-nos a oportunidade de chegar cá hoje e jogar bem. Nós vemos que dá resultado. Quando temos uma boa semana de treinos chegamos ao jogo e jogamos bem, por isso eu penso que em todos os sectores da equipa sabemos isso, compreendemos isso. Cabe aos jogadores mais velhos, aos líderes, ter a certeza que continuamos assim, especialmente numa semana como esta, com as festas do Natal, e fizemos isso hoje. Ficou demonstrado hoje."

"Nós temos falado sobre isso durante todo o tempo, para conseguirmos estes* turnovers* que nos ajudam imenso e estamos a ver os benefícios de impedir que eles consigam pontuar, que é a coisa mais importante para nós, que é impedir que as outras equipas marquem," concluiu Devin McCourty. "Aqueles* turnovers* ou causam que eles fiquem fora da possibilidade de tentar um field goal ou permitem que sejamos nós a marcar pontos."    

Para podermos ter uma ideia mais exata de como foi dominadora a exibição da defesa dos Patriots, basta consultar as estatísticas do jogo. A equipa permitiu que os Jets acumulassem apenas 239 jardas, 128 no jogo aéreo, com os dois quarterbacks a completarem apenas 8 de 24 passes, uma média de 4,9 jardas por cada tentativa de passe, e um quarterback rating de 13,9; 111 jardas no jogo terrestre, uma média de 3,8 jardas por corrida, e, claro, três interceções e um fumble, com uma única conversão nas 10 terceiras descidas que tiveram. Nas duas vezes que estiveram na red zone conseguiram zero pontos.

MALCOLM BUTLER FOI A ESTRELA QUE BRILHOU MAIS NA DEFESA

A estrela principal da defesa foi Malcolm Butler, que contribuiu com duas interceções e recuperou um* fumble*.

cd50eb4b63cf48ee9d49580a683f51d0.jpg

"Bem, o mais importante quando tens essas oportunidades é conseguires tirar proveito delas," disse Bill Belichick. "Ele [Malcolm Butler] fez duas boas receções. Parece que foi o Elandon [Roberts] que fez a jogada no lance de bola corrida [fumble], que fez a bola ficar solta. O Malcolm [Butler] recuperou-a, o que foi bom, mas sim, quando temos oportunidades para ficar com a bola, temos que as capitalizar e aproveitar. Tivemos uma importante recuperação de um fumble na semana passada pelo Jonathan Jones. Era o tipo de uma bola de 50-50 que ele recuperou. Jogadas destas, quando temos essas oportunidades, temos que capitalizar, quer seja a receber a bola ou recuperá-lo. Sim, mas ele [Malcolm Butler] teve um grande dia com os turnovers."

Por sua vez, Malcolm Butler, geralmente algo reservado nos seus comentários, começou por dizer que "este é o tipo de jogo que qualquer jogador gostaria de ter, provocar três turnovers. No cômputo geral foi uma grande vitória. Nós jogamos bem à defesa, o nosso ataque tirou proveito de todas as suas oportunidades, e estou feliz porque ganhámos."

Sobre as interceções, Malcolm Butler considerou que simplesmente teve "a mentalidade para me assegurar que não ia deixar cair qualquer bola neste jogo e isso não aconteceu. Tenho sentido dificuldades contra os Jets, há qualquer coisa em relação aos Jets, mas estou satisfeito por termos ganho."

E quando lhe perguntaram se o fato de não ter sido escolhido para jogar no Pro Bowl tinha sido motivação para esta partida, Butler disse apenas que "se tivesse sido escolhido tinha sido motivação, como não fui, foi motivação, fosse como fosse, o caso ia-se resolver."

58bc4b6428d2473180c2291b3ae367b2.jpg

Para Malcolm Butler, os Patriots estão na sua melhor forma da temporada, "pois não se quer estar na melhor forma demasiado cedo", e a secundária sempre acreditou que "somos um grande grupo, e continuamos a acreditar. Semana após semana vimos até cá e trabalhamos e vamos para o campo onde procuramos executar o plano de jogo."

Eric Roweconcordou e indicou que a defesa está a jogar com "muita confiança. Estamos a jogar muito bem, football complementar, o pass rush está a chegar lá [ao seu melhor] e a parte secundária está a segurar. Os sacks e as interceções andam de mãos dadas, por isso não sou só eu a fazer a cobertura; é a pressão da linha defensiva, obrigando-os a fazer passes rápidos. Neste momento tenho muita confiança nesta defesa."

A concluir, Devin McCourty avisou que "para a semana que vem vai ser um plano de jogo diferente contra Miami, uma equipa que joga sempre bem contra nós, um adversário da mesma divisão, por isso vai ser uma tarefa difícil. Mas assim que a equipa técnica descobrir o que fazer e vier ter connosco e nos revelar o plano de jogo, o que precisamos de fazer para ir lá [a Miami] e ganhar, temos que o seguir. Penso que não há nada que nos ajude mais do que criar turnovers, terceiras descidas na red zone. Vamos continuar a estar focados nisso durante a semana e refinar as pequenas coisas onde poderemos tirar proveito do ataque [adversário] e temos conseguido fazer isso. Temos que continuar a fazer. Vai ser uma tarefa difícil na próxima semana, mas penso que vamos estar preparados."  

This article has been reproduced in a new format and may be missing content or contain faulty links. Please use the Contact Us link in our site footer to report an issue.

Advertising