Official website of the New England Patriots

replay
Patriots Replay Thu May 28 | 02:00 PM - 11:59 PM

Antes do último dia dos cortes, os Patriots confirmam dispensas

No início de segunda-feira, o plantel dos Patriots tinha 82 jogadores, número que teria de ser reduzido para 75 até às 16:00 de terça-feira. É das mais agitadas e preocupantes fases da temporada para muitos dos jogadores, pois ninguém sabe ao certo o que é que vai dentro da cabeça dos treinadores, quem é que fica e quem vai receber ordem de marcha. É angustiante para muitos.

Na semana passada, os Patriots já haviam dispensado nove jogadores, mas contrataram um, Barkevious Mingo, colocando assim o número em 82, ou seja ainda havia sete para eliminar. Na segunda-feira, foi revelado que saíram mais dois Terrance Knighton e Bryan Stork, embora por motivos diferentes, e ainda que Tre' Jackson foi colocado na reserve/physically-unable-to-perform list

ap_tre_jackson.jpg

O *guard *Tre' Jackson foi titular em nove jogos no seu primeiro ano na liga, jogou em 13 no total, mas ainda não participou nos treinos deste ano por estar a recuperar duma operação ao joelho.

Ao ser colocado na PUP list, Jackson fica obrigatoriamente fora da equipa durante seis jornadas, e não entra nas contas do plantel. Depois de regressar e de começar a treinar, os Patriots têm até à décima primeira jornada para o ativar, e um máximo de 21 dias após ele começar a treinar para decidir o que vão fazer, se o ativam ou se ele fica de fora todo o ano.

Jackson, que tem 6 pés e 4 de altura (1.95 m) e pesa 320 libras (145 quilos), foi uma escolha de quarta ronda o ano passado, vindo da Florida State.

Portanto, a colocação de Jackson na PUP list vai permitir que Jonathan Cooper, Shaq Mason, Josh Kline e Ted Karras respirem um pouco mais fundo pois as hipóteses de continuarem na equipa, pelo menos nos primeiros seis jogos, aumentou um pouco com a designação de Jackson.

Há dois outros jogadores que estão na reserve/PUP list, o right tackle Sebastian Vollmer e o* receiver* Danny Amendola, mas ainda não foi divulgada a decisão tomada em relação à sua situação.

Knighton dispensado

ap_terrance_knighton.jpg

Quando o veterano defensive tackle Terrance Knighton não participou em nenhuma jogada frente ao Carolina Panthers na passada sexta-feira, ficou-se logo com a sensação de que a sua situação estava complicada e muito dificilmente iria continuar na equipa.

Após o final do jogo, Knighton disse aos jornalistas que estava preparado para jogar, mas "não joguei. Não sei. Têm de perguntar aos treinadores." 

"Estou 100 por cento saudável. Preparei-me para jogar bastante football esta noite. Não aconteceu. É o que é. Não vou perguntar porquê, nada disso. Vou simplesmente aparecer amanhã para trabalhar e depois levar isto um dia de cada vez."

Na conferência de imprensa de segunda-feira Bill Belichick limitou-se a dizer que não tinha nenhum comentário a fazer.

"As coisas não deram certas. Ele veio para cá, trabalhou duro, perdeu peso, ficou em boa forma física, tentou fazer as coisas que lhe pedimos para fazer, mas há outros à sua frente," explicou Bellichick.

Knighton, de 30 anos, está na NFL há sete temporadas e jogou pelos Jacksonville Jaguars (2009-12), Denver Broncos (2013-14) e Washington Redskins (2015), disputando um total de 108 jogos, 96 como titular. A 4 de Abril recebeu um bónus de $250.000 para assinar pelos Patriots, e ainda um bónus de $104.290 pela participação nos treinos, pelo que se tratava de alguém em quem a equipa técnica depositava alguma confiança.

Knighton sentiu dificuldades frente ao Chicago Bears no segundo jogo da pré-temporada, aparentemente por ter demorado a adaptar-se ao sistema defensivo dos Patriots, um two-gap defensive scheme.

Na saída Knighton revelou alguma classe, pois na sua conta do Twitter expressou "grande respeito por Robert Kraft e Bill Belichick. Aprendi algumas coisas no tempo que passei lá [em Foxboro]."

Na luta pelos lugares no plantel, nesta posição, os Patriots têm a escolha de segunda ronda Malcom Brown, a escolha de terceira ronda Vincent Valentine, um dos destaques deste estágio, o veterano Alan Branch, os free agents Markus Kuhn, que jogou os primeiros quatro anos da sua carreira pelo New York Giants, e Anthony Johnson, bem como Joe Vellano e Woodrow Hamilton.

Stork também foi dispensado

ap_bryan_stork.jpg

O center Bryan Stork, de 25 anos, uma escolha de quarta ronda em 2014, havia sido enviado para o Washington Redskins a troco de uma escolha condicional de sétima ronda, mas falhou nos testes médicos e foi devolvido aos Patriots.

Na passada quarta-feira, os Patriots tinham tudo preparado para dispensar Stork. Mas, entretanto os Redskins, clube que estava necessitado de um center, apareceram e concordaram com a troca.

Como Stork não passou nos exames médicos, a troca foi anulada e Stork devolvido aos Patriots.

Ao fim da tarde de segunda-feira os Patriots anunciaram oficialmente que Stork, que disputou 21 jogos, 17 como titular, incluindo todos os snaps (jogadas) no triunfo sobre Seattle no Super Bowl XLIX, fora dispensado.

David Andrews vai ser o titular dos Patriots a center.

This article has been reproduced in a new format and may be missing content or contain faulty links. Please use the Contact Us link in our site footer to report an issue.

Advertising