Official website of the New England Patriots

live
Bill Belichick Video Conference Call Fri Aug 07 | 08:50 AM - 09:20 AM

Apesar do cansaço, Rob Gronkowski espera dificuldades perante defesa de Seattle

"É um grande desafio [defrontar Seattle]. Eles têm muitos jogadores de grande qualidade na defesa," foram as primeiras palavras de Rob Gronkowski, o poderoso tight end do New England Patriots, na conferência de imprensa de quinta-feira.

Esta resposta está relacionada com a sugestão, de alguns observadores, de que a defesa do Seattle Seahawks está um tanto enfraquecida este ano, e além disso vai entrar em campo algo cansada.

Na realidade, a defesa de Seattle teve uma noite pouco inspirada na vitória de segunda-feira sobre Buffalo pois permitiu que os Bills concretizassem 12 das 17 terceiras descidas, a maior percentagem (71 por cento) contra os Seahawks na temporada em curso. E no jogo anterior, o New Orleans Saints tinha conseguido nove de 15, ou seja nos dois últimos jogos a defesa de Seattle, considerada a terceira melhor da NFL, permitiu que os adversários concretizassem 21 de 32 terceiras descidas, uma média de 66 por cento.

No entanto, nos primeiros seis jogos, os números foram bastante diferentes, 30 de 88, apenas 34 por cento,

Para o treinador Pete Carroll o problema tem sido o desempenho da defesa nas primeiras descidas.

"Um dos grandes problemas é o que está a acontecer nas primeiras e segundas descidas, pois isso permitiu que eles [Buffalo] tivessem sete terceiras descidas em que precisaram de poucas jardas," disse Carroll na análise ao jogo. "Se vocês repararem, vão notar que o adversário precisou de apenas duas ou menos jardas em 13 dessas terceiras descidas…por isso vamos ter que jogar melhor nas primeiras descidas e assim já poderemos sair [do campo] quando tivermos as nossas oportunidades."

É PRECISO ESTAR PREPARADO PARA TUDO

Para Rob Gronkowski, o estudo dos filmes dos jogos de Seattle dão uma imagem diferente, mostram uma defesa que permite apenas 16,8 pontos por jogo. Por isso, sabe que quando entrar em campo no domingo terá que "estar preparado para tudo. As coberturas que eles fazem, todos eles são capazes de fazer cobertura, não têm medo. Eles vão ter alguém, seja quem for, em qualquer um de nós a qualquer momento e em qualquer ponto do campo, por isso temos que estar preparados, temos que ser capazes de lidar com um corner, ou um safety, ou até mesmo um dos linebackers. Eles são todos bons e todos eles são bons na cobertura, por isso tenho que estar preparado para todos eles."

8b3d128e016d438489c5aa67dd3fcf8c.jpg

Os linebackers são parte fundamental da defesa de Seattle, mas Rob Gronkowski está devidamente identificado com eles e sabe que nunca são retirados do campo, participam em todas as jogadas.

"Eles [os linebackers] jogam todas as descidas e verdadeiramente não têm pontos fracos," explicou Gronkowski. "Não consegues verdadeiramente atacá-los. Eles podem pressionar [o quarterback], conseguem cobrir, fazem tackles, por isso tu tens que estar preparado e no topo da tua forma em todos os momentos quando os enfrentas."

Bobby Wagner vai ser um dos encarregados da marcação a Rob Gronkowski, embora a sua especialidade seja defender o jogo terrestre e nesse aspeto tem sido fantástico, pois já conseguiu 88 tackles, o segundo maior número na NFL. Wagner e K.J. Wright [69* tackles* e três sacks] são relativamente bons na cobertura à zona, pelo que os Patriots decerto vão tentar criar situações em que eles sejam obrigados a fazer cobertura individual, pois aí a vantagem penderá para Gronkowski.

No entanto o tight end dos Patriots reconhece que o tamanho deles e a sua velocidade traz alguma eficácia à cobertura que fazem.

"Eles são super talentosos e eu tenho que fazer a minha melhor exibição," reconheceu Gronkowski. "Tu tens que estar no teu melhor para conseguires ficar desmarcado, senão eles vão-te cobrir e ficar sempre contigo, por isso tens que estar preparado quando jogas contra eles. Eles são, eu diria que, se não são os melhores linebackers a fazer cobertura, estão lá em cima."

Em termos de esquemas defensivos, contrariamente ao que os Patriots fazem, pois todas as semanas o plano de jogo é diferente e tenta aproveitar-se dos pontos fracos do adversário, Seattle apresenta basicamente o mesmo esquema em todos os jogos.

Não se preocupam muito em tentar confundir o adversário, mas sim em utilizar a sua incrível capacidade atlética para anular os ataques adversários.

 A linha defensiva consiste de quatro elementos e tem permitido apenas uma média de 3,5 jardas por corrida, quinta melhor marca na NFL, e já registou 27 sacks, o terceiro melhor total na liga.

61c7800c6c514f0e89e536250775b15e.jpg

Na secundária, o líder é Richard Sherman, que permanece sempre no mesmo lado do campo e só muito raramente é obrigado a entrar em ação pois por norma os quarterbacks adversários tentam evitar os passes para a sua zona. Esta unidade vai receber um reforço de peso, pois o safety Kam Chancellor está totalmente recuperado da lesão e regressa à equipa para este jogo.

A chave para Tom Bradyserá identificar, antes de receber a bola para iniciar a jogada, o tipo de cobertura que Seattle está a fazer, algo que até nem é muito difícil. Rob Gronkowski e Martellus Bennett vão ajudar nesse aspeto pois será marcação à zona se estiverem a ser cobertos por um* cornerback, mas será individual caso lhes surja pela frente um* inebacker**.

Seja o que for, Rob Gronkowski estará preparado.

"Tudo depende da jogada," explicou Gronkowski. "Por vezes, tens de ser rápido e estar atento, outras vezes tens que ser paciente, muda todas as semanas e muda em todas as jogadas. Nas jogadas em que é preciso ser paciente, tens que ser mentalmente forte para conseguires essa paciência. Nas jogadas em que precisas de estar atento e agir rapidamente, tens que estar mentalmente e fisicamente preparado para regressar à linha e arrancar rapidamente. Tudo muda nas jogadas. Tudo depende de como o jogo está a decorrer e tu tens que estar preparado para o que quer que seja."

O POSSÍVEL CANSAÇO DA DEFESA DE SEATTLE

No entanto, o cansaço de Seattle poderá efetivamente ter impacto no jogo de domingo. Assim, nos três últimos jogos a defesa dos Seahwaks tem passado demasiado tempo em campo. Arizona dominou essa estatística, no empate, 6-6, pois teve a posse de bola durante 46:21 e fez 90 jogadas ofensivas. No jogo seguinte, New Orleans fez 72 jogadas ofensivas e manteve a bola durante 36 minutos e na semana passada Buffalo fez 82 jogadas ofensivas e teve posse de bola durante 40 minutos, sensivelmente o dobro do tempo de Seattle.

Mas, os Patriots não vão em cantigas e como tal estão preparados para enfrentar uma defesa de élite.

Para o treinador Bill Belichick, a defesa de Seattle "é boa em questões fundamentais. É uma boa equipa em termos de football situacional. Eles são muito inteligentes. Obrigam-te a trabalhar por cada jarda. Se cometeres um erro, eles tiram proveito e matam-te. Não consentem muitos pontos. Não permitem grandes avanços."

"Raramente permitem avanços fáceis ou jogadas onde sejam apanhados muito fora do lugar para assim permitir que tu consigas grandes avanços no terreno. Como eu disse, eles fazem-te trabalhar por tudo que tu consegues. Eles obrigam-te a trabalhar arduamente na red zone…tens que executar muitas jogadas para avançares com a bola e marcar pontos contra eles. Eles têm muitos jogadores bons, que sabem cobrir, que podem pressionar, que podem parar o jogo terrestre, e fazer o blitz. Na maioria das vezes, a defesa apanha-te mais tarde ou mais cedo."

972d09ac12624635af51c947f6737436.jpg

"Eles fazem tudo bem. Não há nada que esta defesa não faça bem," considerou Josh McDaniels, o coordenador ofensivo dos Patriots.

"Eles estão no top 10 em basicamente todas as categorias e o top 5 na maioria das mais importantes, quer seja em pontos [consentidos], na red zone, jardas consentidas; eles não permitem grandes avanços, conseguem sacks, criram* turnovers*," acrescentou McDaniels. "Este é um desafio incrível. Eles fazem um trabalho tremendo. Temos imenso respeito pelo seu pessoal, pela organização, pelos jogadores defensivos e pelo esquema que eles usam. São o adversário mais difícil contra quem podemos jogar."

Tom Brady também considera que Seattle tem tido "algumas das melhores defesas que já defrontei em toda a minha carreira. Eles têm um estilo próprio e executam-no a um nível extremamente elevado. Esta é uma dessas equipas. Têm liderado a liga em pontos marcados [pela defesa], penso que nos últimos quatro anos, consentindo o menor número de pontos. Eles têm um plano [de jogo] relativamente agressivo... uma defesa muito sólida. Eles não oferecem nada e é por isso que podem jogar naquele estilo. Não há nenhuma lacuna nas zonas; não há espaços livres para o jogo terrestre. É difícil passar a bola contra eles."

This article has been reproduced in a new format and may be missing content or contain faulty links. Please use the Contact Us link in our site footer to report an issue.

Advertising