Official website of the New England Patriots

replay
Patriots Replay Fri Aug 07 - 12:00 AM | Sun Aug 09 - 11:58 PM

Bill Belichick avisa: preparação é a chave para o sucesso

Antes do primeiro de quatro treinos que a sua equipa vai realizar antes de partir para Houston, na segunda-feira, o treinador Bill Belichick dialogou com a comunicação social, numa das mais longas sessões da temporada.  

Muitos foram os temas levantados pelos jornalistas, mas ficou bem claro que a mensagem principal que o treinador do New England Patriots quer transmitir aos seus jogadores é que vão ter pela frente um adversário extremamente difícil. Por isso, se quiserem sair vitoriosos, terão que trabalhar imenso, fazer a melhor preparação da temporada para que nada, ou quase nada, os surpreenda durante o jogo.

07eba0b6c54d4f3db9e4a51c7443bbd2.jpg

"Eles [os Falcons] são uma equipa impressionante para ver jogar," disse Bill Belichick na abertura da sessão. "[Ainda] Temos muito trabalho a fazer. Temos muitas coisas que precisamos compreender."

Entre as tais coisas que os seus jogadores precisam de compreender estão a forma de jogar "contra Atlanta, e como jogar bem contra eles. As coisas que vamos precisar de fazer bem neste jogo são diferentes de qualquer outro jogo que disputámos em tempos recentes. Temos defrontado adversários que têm um estilo de jogo um pouco diferente. Eles têm um estilo muito bom. Tem sido um estilo de muito sucesso. Temos muitas coisas a preparar, muito trabalho para fazer, mas é bom poder estar a trabalhar nesta altura da temporada. Estamos entusiasmados, prontos para trabalhar, vamos analisar, ir para o campo hoje para começarmos a registar alguns progressos."

As primeiras fases do plano de jogo das três unidades foram reveladas na quarta-feira durante as reuniões dos vários sectores da equipa. Na quinta-feira, alguns aspetos do plano de jogo começaram a ser trabalhados durante o primeiro treino de preparação para o Super Bow.

Mas, Bill Belichick revelou que o plano de jogo ainda não está finalizado e que haverá algumas componentes que só serão reveladas já em Houston, quando a equipa fizer os últimos treinos de preparação.

"[O plano de jogo] está entre 50 a 100 [por cento], algures por aí," avisou Bill Belichick. "Estaremos certamente mais do que a meio caminho antes de partirmos, mas haverá algumas coisas, particularmente certas situações, que vamos cobrir em Houston.'

E o plano de jogo ainda não está finalizado porque a equipa técnica dos Patriots continua a analisar os filmes dos jogos de Atlanta. Por conseguinte, nestes próximos dias serão trabalhados os aspetos mais básicos e as jogadas de maior impacto serão trabalhadas em Houston.

A COMUNICAÇÃO É ESSENCIAL

Para Bill belichick, a comunicação entre os jogadores será crucial devido ao ruído no estádio durante o jogo, especialmente na defesa. É algo que os Patriots fazem durante os treinos "em todas as jogadas. Sim, todas as jogadas. Trabalhamos com ruído em casa e fora, dependendo de que lado da bola será proveniente o maior ruído."

Mas para além da dificuldade que o ruído causa na comunicação, há um outro pormenor mais importante e que exige uma comunicação decisiva entre os jogadores: o reconhecimento das jogadas ensaiadas do adversário, especialmente do ataque liderado pelo quarterback Matt Ryan.

58c2d82f22b5473b9bb7bacb9d457244.jpg

"Eles têm muitas formações diferentes e variações, e grupos de jogadores, há bastante movimento e isso obriga a defesa a reagir e a fazer ajustamentos ao que eles tentam fazer, mais do que em relação a qualquer das outras equipas que já defrontámos," explicou Belichick.

"Eles vão ter algumas jogadas para as quais não nos podemos preparar durante os treinos," acrescentou Bill Belichick. "O treinador [Kyle] Shanahan está provavelmente a elaborá-las agora. Não sei se ele já sabe quais vão ser, mas vai ser coisas que são desenhadas, obviamente, para nos criar problemas, por isso a comunicação contra esta equipa – temos que a salientar em muitos níveis."

É óbvio que os Patriots não vão saber exatamente quais as jogadas que o adversário vai escolher para este jogo. Por isso, o importante é compreender o conceito, a filosofia dos coordenadores de Atlanta.

"O mais importante é reconhecer o conceito," confirmou Bill Belichick. "Olhe, eles não vão vir para o jogo com 60 jogadas novas. Eles vão executar as jogadas que têm utilizado durante toda a temporada, mas vão dar-lhes um aspeto diferente, um visual diferente, um movimento ou uma combinação diferentes, para que pareça um pouco diferente daquilo que já vimos, ou talvez algo que eles pensem que nos vai criar problemas de adaptação, quando na realidade estão a fazer as coisas que têm vindo a fazer."

Depois de reconhecer que o ataque de Atlanta decerto vai apresentar jogadas inéditas, o treinador dos Patriots sugeriu que o plano de jogo vai ter a mesma base.

"Devido à forma como eles têm movimentado a bola e marcado pontos, não vão trazer um plano de ataque totalmente novo," indicou Bill Belichick. "Eles sabem muito bem o que estão a fazer, mas defensivamente tu demoras aquela fração de segundo extra para reconhecer isso, e por vezes chegas um passo demasiado tarde e eles fazem-te pagar."

A DEFESA ESTÁ CONFIANTE

Todas estas preocupações de Bill Belichik existem porque o ataque de Atlanta é o mais explosivo da NFL. Mas, apesar disso, a defesa dos Patriots está confiante. Em parte, essa confiança deve-se à subida forma na segunda parte da temporada, mas há também um outro aspeto: todos os dias, nos treinos, a defesa dos Patriots defronta um ataque também muito potente, o ataque dos Patriots.

"Eu jogo contra eles [a defesa dos Patriots] todos os dias e é difícil completar passes," disse Tom Brady depois do jogo de domingo quando lhe pediram para falar da importância daquela unidade na vitória sobre Pittsburgh. "Eu sei que se conseguir competir contra a nossa defesa, vamos estar bem no domingo. Os nossos rapazes fazem um ótimo trabalho no jogo aéreo e nas tremendas pressões que têm conseguido, por isso têm tido um grande esquema."

Na realidade desde a derrota frente a Seattle, 31-24, na nona jornada, a defesa dos Patriots subiu radicalmente de rendimento e consentiu apenas 13,2 pontos por jogo nas sete derradeiras jornadas.

Durante esse período os Ravens foram a única equipa a conseguir mais do que 20 pontos, mas 14 dos 23 pontos obtidos pelos Ravens foram consequência direta de dois fumbles das equipas especiais.

20170126_slater_press.jpg

"Penso que foi esse jogo contra Seattle, um jogo em que sentimos que não jogámos no nosso melhor e obviamente não foi o resultado que queríamos," respondeu Matthew Slater, capitão das equipas especiais quando lhe perguntaram se, à semelhança do que aconteceu há dois anos em Kansas City, tinha havido um ponto de viragem no desempenho da defesa. "Nós definitivamente tínhamos uma escolha; podíamos ficar amuados e a sentir pena de nós próprios, ou tentar seguir em frente e continuar a melhorar. Desde esse jogo, temos continuado a melhorar. Não nos tornámos complacentes. Ficámos obviamente numa boa situação."

Dont'a Hightower, capitão da defesa, concorda que a viragem surgiu precisamente depois dessa derrota frente a Seattle, na qual a defesa consentiu os 31 pontos e permitiu que os Seahawks acumulassem 420 jardas. A mudança começou no jogo seguinte.

"Assim de repente é um bocado difícil responder. Mas, quero dizer que o jogo de São Francisco foi o maior salto e foi quando saiu [a mudança]," disse Dont'a Hightower. "Penso que nós fomos um pouco mais agressivos nas nossas chamadas e o Matty P [coordenador defensivo Matt Patricia] elaborou um plano tremendo, e a partir daí definitivamente penso que em termos gerais todos acertaram e fomos capazes de executar muito melhor, talvez fazendo as coisas um pouco diferente. Penso que em termos gerais, talvez esse jogo em San Fran trocou as coisas e [nós] assumimos a nossa identidade e seguimos em frente."

Portanto a preparação deu os primeiros passos práticos na quinta-feira. A partida para Houston terá lugar na segunda-feira, mas até lá haverá mais três treinos para se ir aperfeiçoando o plano de jogo.

This article has been reproduced in a new format and may be missing content or contain faulty links. Please use the Contact Us link in our site footer to report an issue.

Advertising