Official website of the New England Patriots

replay
Patriots Replay Wed May 27 | 12:00 AM - 11:59 PM

Bill Belichick Explica Contratações

Na semana passada, aquando da divulgação dos cortes que haviam sido efetuados para que os Patriots pudessem reduzir o seu plantel [roster] para 53 jogadores, o treinador Bill Bellichick já havia avisado que "a regularização do plantel ocorre em outubro. Ainda há um longo caminho a percorrer, e há muitas coisas para resolver em cada equipa e, certamente, na nossa equipa."

Foi preciso esperar apenas dois dias para que Bellichick demonstrasse que é mesmo assim, pois nos últimos dias já entraram e saíram vários jogadores. Na sessão de quinta-feira com os jornalistas que cobrem a sua equipa, Bellichick falou dos reforços que chegaram esta semana.

Na terça-feira, o New England Patriots havia adquirido o cornerback/safety Eric Rowe ao Philadelphia Eagles em troca pelo guard/center Josh Kline e ainda uma escolha futura no draft. Mas posteriormente as condições da troca foram alteradas pois Kline deixou de ser incluído e acabou até por ser dispensado [cut] pelos Patriots.

A escolha futura será condicionalmente de quarta ronda mas poderá ser alterada, dependendo do desempenho de Rowe.

Kline foi considerado dispensável porque os Patriots têm muitas opções naquela posição, designadamente os caloiros Joe Thuney e Ted Karras, além da recente aquisição Jonathan Cooper, e ainda Shaq Mason e Chris Barker.

O potencial de Rowe é realmente intrigante. Com 6 pés-e 1 de altura (1,85m) e pesando 205 libras (93 quilos), foi escolhido na segunda ronda em 2015, o 47o. jogador selecionado, e é caracterizado por uma combinação de tamanho, porte atlético, velocidade, capacidade de salto e força. Mas, como sentiu dificuldade em adaptar-se ao sistema de Jim Schwarts, o novo coordenador defensivo de Philadelphia, foi considerado excedentário.

Bellichick explica

"O Eric jogou a safety e corner na universidade por isso tem alguma versatilidade," explicou Bill Belichick no diálogo com os jornalistas. "Ele tem jogado principalmente a corner nesta liga, mas como sabem ele é comprido. Vamos ver como as coisas correm, mas eu acho que ele oferece alguma versatilidade posicional, é um rapaz inteligente, tem comprimento, tem alguma velocidade."

20160909_ap_eric_rowe.jpg

Depois de mencionar que se lembrava do que Rowe fizera contra os Patriots no ano passado, [derrota 35-28 em Foxboro], Bellichick acrescentou estar convencido de que Rowe poderá jogar já no domingo à noite no Arizona, escassos quatro dias depois de ter chegado a Foxboro.

"Claro, nós vamos tentar prepará-lo para, obviamente, ter um papel mais reduzido esta semana," disse Bellichick. "Não acho que possamos prepará-lo para fazer tudo, [mas sim] prepará-lo para um papel mais reduzido. Mas entre os treinos e a simulação do plano de jogo para o ataque, nós fazemos imenso para tentar enquadrar os jogadores em lugares diferentes; de tackle à linha ofensiva, de corner a safety e vice-versa, linebacker no interior e exterior, de guard a tackle na linha ofensiva, coisas do género. Isso dá-nos a oportunidade de observar os jogadores em mais de uma posição, quando incluímos as jogadas treinadas."

Bellichick relembrou o que aconteceu recentemente com Barkevious Mingo, que uma semana depois de ter chegado foi uma das figuras em maior destaque do jogo de preparação frente ao New York Giants.

"Passámos muito tempo em reuniões com ele [Rowe] à medida que o plano de jogo se ia desenvolvendo durante a semana, as descidas iniciais, as terceiras descidas, a zona vermelha [red zone], as equipas especiais, basicamente onde sentimos que seja o melhor lugar para ele neste jogo e para a semana avaliamos o que será para a semana," explicou Bellichick. "Tenho a certeza que o plano de jogo será diferente [para a semana] e ele já terá mais na sua bagagem. Ele está a trabalhar arduamente para aprender tudo e até mesmo algumas coisas em que não vai estar envolvido, ele está a trabalhar arduamente para aprender essas coisas."

Para além de Mingo, há outros exemplos recentes de jogadores que contribuíram logo após a sua chegada, como o cornerback Leonard Johnson que se estreou frente aos Texans quatro dias depois de ter chegado, sucedendo o mesmo com Rashaan Melvin.  

"Já passámos por este caminho algumas vezes," explicou Bellichick. "Tudo depende do jogador. Tudo depende de qual será o plano de jogo e qual o seu papel – ver como evolui. Não há nenhuma fórmula linear sobre isto."

Por ser dos cornerbacks mais altos na equipa, Rowe será útil na cobertura dos receivers mais altos de Arizona, pois tanto Larry Fitzgerald como Michael Floyd têm 6 pés-3 (1,90 m).

Rowe está entusiasmado

"Estou entusiasmado por realmente ter a oportunidade de jogar," disse Rowe aos jornalistas que se concentraram junto ao seu cacifo. "Isto é como uma equipa de dinastia. Estou entusiasmado com a oportunidade de jogar, de ajudar a equipa a melhorar. Algo excitado porque o Treinador (Bill) Belichick vê algo em mim, e ele é um treinador de Hall da Fama. Isso realmente me motiva."

Por saber que foi contratado para trazer mais profundidade à secundária, Rowe confirmou que se considera um cornerback, mas acrescentou que também tem experiência como safety, lugar que "não é nada novo para mim. Joguei a safety no liceu, e quase toda a carreira na universidade. Se precisarem que o faça, regresso lá [a safety]."

Bishop Sankey começa na practice squad

O running back Bishop Sankey foi outro dos jogadores contratados esta semana. Contrariamente ao que sucedeu com Crowe, Sankey vai ser inicialmente colocado na practice squad e não entre os 53 jogadores do plantel, mas o treinador parece estar impressionado com a sua qualidade.

20160909_ap_bishop_sankey.jpg

É mais um jogador sobre quem fizemos muito trabalho para o draft de há dois anos," revelou Bellichick. "Veio na mesma altura do James White. [Ele é] um jogador com boa habilidade no jogo terrestre, na receção de passes. Foi utilizado no kicking game nestes últimos dias e [a habilidade] apareceu. Ele sabe correr. Ele é atlético. É mais um rapaz inteligente que parece ser capaz de lidar com um bom volume de informação. Tem estado bem. Estamos a conhecê-lo, a integrá-lo no nosso sistema e tem sido positivo. Nós gostamos dele, gostamos de o ter cá."

Sankey foi dispensado pelo Tennessee Titans a 2 de Setembro e reclamado pelos Patriots três dias depois, sendo colocado na practice squad.

Foi escolhido pelos Titans na segunda ronda em 2014, e na sua carreira na NFL registou 762 jardas e três touchdowns em lances de bola corrida, e recebeu 32 passes, totalizando 272 jardas e um touchdown.

Quando Tennessee obteve DeMarco Murray e depois no draft escolheu Derrick Henry, vencedor do Heisman Trophy, prémio anual dado aquele que é considerado o melhor jogador da temporada do futebol americano universitário, Sankey ficou com os dias contados em Tennessee.

Bill Belichick ainda não sabe bem como é que o vai utilizar. Quando os jornalistas lhe perguntaram se estava a pensar utilizá-lo nos pacotes envolvendo substitutos ou se estava mais inclinado a deixá-lo correr entre os tackles, o treinador dos Patriots reconheceu que se tratava duma "boa pergunta", e depois esclareceu que Sankey fez as duas coisas na universidade, à semelhança de James White, atual running back dos Patriots.

"O Sankey fez as duas coisas [na Universidade de] Washington," esclareceu Bellichick. "Ele pode correr, ele pode receber, veremos como é que as coisas se desenvolvem, mas eu penso que ele tem uma variedade de habilidades."

Também na quarta-feira, os Patriots assinaram o linebacker Quentin Gause, que foi para a practice squad e dispensaram o linebacker Rufus Johnson.

This article has been reproduced in a new format and may be missing content or contain faulty links. Please use the Contact Us link in our site footer to report an issue.

Latest News

Advertising