Official website of the New England Patriots

replay
Patriots Replay Tue May 26 | 02:00 PM - 11:59 PM

Chris Hogan e Tom Brady na mesma página na jogada decisiva

O nervosismo nas bancadas era palpável. Dois erros consecutivos pelas equipas especiais transformaram o que parecia encaminhado para uma goleada, já que na altura do primeiro erro o resultado estava em 23-3, num jogo de fazer roer as unhas.

Faltavam 6:35 para o final do jogo, Baltimore reduzira para 23-20 e o ataque já não marcava desde a primeira série da segunda parte. Por isso chegara a hora de Tom Brady e o ataque tornarem a fazer aquilo a que habituaram os seus fãs nestes últimos 17 anos, tomar conta do jogo.

ba684d5a77ac42538f850d816a4440ff.jpg

E assim foi. E foi preciso uma só jogada. Tom Brady simulou a entrega um dos running backs, levantou a cabeça e de imediato lançou a bola, apanhando Chris Hogan na pasada. A velocidade deste fez o resto. 79 jardas e novo touchdown, vantagem novamente numa margem mais confortável, 30-20.

"Ele [Chris Hogan] fez uma grande jogada, simulámos a corrida, e o Hogs [Chris Hogan] e eu, bem ele não era o *receiver *principal naquela jogada, mas ele viu o que vi e fez o ajuste na sua rota e eu tentei colocar lá a bola," explicou Tom Brady na conferência de imprensa pós-jogo. "Foi uma jogada muito importante, precisávamos dela."

"Eu e o Tom [Brady] estamos na mesma página," acrescentouChris Hogan. "Foi [uma jogada] onde eu tinha a opção de cair na lateral ou avançar pelo meio do terreno. O Tom fez um excelente passe e penso que foi na altura do jogo onde precisávamos que alguém desse um passo em frente e fizesse uma grande jogada. Fiquei feliz por ter conseguido fazer isso para esta equipa."

Chris Hogan explicou de seguida que estar na mesma página com Tom Brady é algo eles trabalham "todas as semanas. Começa nos treinos e quando estávamos a ver os filmes [dos jogos dos adversários]. Por isso conseguimos estar em sintonia naquele momento, o que foi ótimo porque precisávamos disso."

O jovemMalcolm Mitchell, também em destaque uma vez mais neste jogo, não conseguiu esconder a sua admiração pela jogada.

"Eu disse ao Tom [Brady] depois do jogo que durante os jogos, especialmente quando estamos a jogar, eu fico muito calmo. Mas aquela foi uma grande jogada," disse Malcolm Mitchell. "Eu acho que todos nas bancadas, provavelmente até [as] pessoas a assistir pela televisão, sentiram a energia daquela jogada. [Foi] a minha jogada favorita da noite. "

No lado contrário vivia-se um sentimento totalmente diferente. O passe de Brady para Hogan deixou a defesa dos Ravens em estado de choque.

"É algo que temos pregado desde os OTAs, no estágio, na pré-temporada, e assim sucessivamente," lamentou o linebacker Zachary Orr. "Queremos eliminar os avanços longos e não lhes dar nada, especialmente contra uma equipa assim, Se falhares uma tarefa, especialmente contra o Tom Bradye aqueles jogadores, eles vão explorar isso ao máximo e eventualmente foi uma dessas jogadas que nos custou caro.

"Não sei realmente o que é que se passou – sabia que foi um erro – não sei o que é que se passou. Na verdade não tivemos tempo para falar sobre isso, por isso é algo que temos que analisar e corrigir esta semana."

Na série seguinte Baltimore ainda conseguiu um field goal para reduzir para 30-23, mas o ataque dos Patriots conseguiu manter a bola até final para assegurar a vitória. A primeira jogada nessa última série acabou por ser extremamente importante, pois ainda faltava 2:01, Baltimore ainda tinha dois time-outs e a paragem a dois minutos do fim, pelo que caso o ataque dos Patriots falhasse, possivelmente teria tempo suficiente para uma última tentativa para chegar ao empate.

Mas, na primeira jogada, quando se pensava que os Patriots iriam optar pelo jogo terrestre para queimar tempo, Tom Brady surpreendeu com um passe para Julian Edelman que cobriu oito jardas na primeira descida.

20161021_710x380_julian_edelman.jpg

"O mister [Bill Belichick] tomou a decisão de tentarmos conseguir algumas jardas naquela altura e penso que o Jules [Julian Edelman] fez uma grande receção para ficarmos com uma segunda e duas," explicou Tom Brady. "Foi uma grande jogada do Jules [Julian Edelman], eles jogaram muito bem esta noite, contra uma grande defesa, uma defesa de primeiro nível na liga, e tivemos erros autoinfligidos, muitos deles, mas fiquei contente por termos ganho."

Pouco depois surgiu o final da partida, com os fãs a cantar "Brady! Brady! Brady!" e não era para menos pois Tom Brady completara 25 de 38 passes, para 406 jardas e três touchdowns frente aquela que à entrada neste jogo era considerada a melhor defesa da NFL. Foi nona vez na sua carreira que Brady ultrapassou a fasquia das 400 jardas, total apenas superado por Drew Brees (15), Payton Manning (14) e Dan Marino (13). Ben Roethlisberger também já conseguiu o feito nove vezes.

Feitos pessoais são importantes, mas os sucessos coletivos, as vitórias são ainda mais importantes.

"[O New England Patriots] é uma equipa muito boa e eles merecem a vitória," reconheceu John Harbaugh, treinador dos Ravens. "Eles jogaram futebol vitorioso e completaram as jogadas que precisavam de completar."

This article has been reproduced in a new format and may be missing content or contain faulty links. Please use the Contact Us link in our site footer to report an issue.

Latest News

Advertising