Official website of the New England Patriots

replay
Patriots Replay Tue Jun 02 | 02:00 PM - 11:59 PM

Confiança e rendimento de Jimmy Garappolo continuam a subir

Substituir uma lenda como Tom Brady é uma missão quase impossível, mas Jimmy Garappolo, que vai ser titular nos primeiros quatro jogos da nova temporada devido à suspensão de Tom Brady, parece cada vez mais confortável no desempenho dessa missão.

No jogo de preparação da passada quinta-feira frente ao New Orleans Saints começou mal, mas foi subindo de rendimento com a passagem do tempo e deixou boas indicações. 

Este sobe e desce de rendimento surgiu novamente neste primeiro treino de conjunto com o Chicago Bears. Em certas fases, Garoppolo segurou a bola durante demasiado tempo, incluindo na fase de 7-contra-7 em que os treinadores apitaram para dar uma jogada por encerrada numa altura em que ele ainda tinha a bola nas mãos. 

Em contraste, no último exercício na fase de 11-contra-11, Garoppolo disparou um míssil para o* rookie* (caloiro) *wide receiver *Devin Lucien que resultou num touchdown.

"Sabes, um* quarterback *não pode ter muitas (emoções) altas, nem muitas baixas," respondeu Garappolo quando lhe sugeriram precisamente que ele tem vindo a terminar jogos e treinos melhor do que começa. "Tens que manter o mesmo temperamento durante todo (o jogo), o football é isso. Vão acontecer coisas boas, vão acontecer coisas más, e tu tentas minimizar as coisas más, mas quando elas acontecem tens de reagir bem, sabes que os teus companheiros de equipa estão sempre a observar-te e tu só queres reagir da maneira certa."

jimmy_garoppolo.jpg

A trabalhar com a segunda equipa, Garoppolo teve bom rendimento, completando 9-de-12 passes na fase de 11-contra-11, e terminou o dia com 13-de-18 passes completados. 

Os passes completados foram para Martellus Bennett (três), DeAndre Carter (dois), Aaron Dobson (um), Clay Harbor (um), AJ Derby (um), Brandon Bolden (um), Chris Hogan (um), James White (um), Nate Washington (um) e Devin Lucien (um).

Para um jogador que procura afirmar-se a confiança é uma característica essencial e Garappolo parece estar a aumentar essa confiança cada dia que passa. Além disso, tanto os colegas como o treinador também parecem acreditar cada vez mais nas suas capacidades. Tom Brady deixou-lhes alguns elogios há dias e Garappolo gostou do que ouviu.

"É incrível," disse Garappolo ao referir-se aos comentários do colega pois para ele Brady é uma pessoa "que eu admiro e tenho aprendido muito com ele. E, tu sabes, é sempre um privilégio ouvir algo assim de uma pessoa que eu respeito dessa forma."

Uma das coisas que aprendeu com ele é que o importante é trabalhar pois os resultados vão acabar por aparecer. 

"Sim, claro," reconheceu Garappolo. "(Essa mentalidade) é contagiosa neste edifício. Há um grande grupo de pessoas aqui dentro. Treinadores, pessoal, todos, jogadores, e por isso tu não tens realmente outra opção que não seja fazer isso, então é contagioso."

E foi por isso que depois de concluído o treino ainda ficou mais algum tempo a trabalhar na sua arte pois já tinha tido oportunidade de analisar as filmagens do jogo de quinta-feira e tirado algumas conclusões.

"Tenho de começar melhor (o jogo)," reconheceu Garappolo. "Isso ficou bem claro, não começámos da maneira que nós queríamos, mas sabes é algo em que precisamos de trabalhar. E eu penso que vir aqui para os treinos e começar velozmente, tudo é contagioso."

A mantra dos Patriots inclui mensagens específicas, como cada um tem que se preocupar em fazer o seu trabalho e levar as coisas de dia a dia, nunca desviar as atenções olhando para o futuro. Por isso, Garappolo ainda nem sequer pensou que tipo de impacto no futuro da sua carreira poderá advir destes primeiros quatro jogos.  

"A mentalidade neste edifício é que a equipa vem em primeiro lugar, e se a equipa não jogar bem nesses quatro jogos então não vai ser bom para ninguém," explicou Garappolo. "Por isso tu sabes que temos de levar um treino de cada vez, um jogo de cada vez e nós ainda temos três jogos de pré-temporada, então isso quer dizer que ainda temos um longo caminho a percorrer. Por isso vou levar um jogo de cada vez, dia-a-dia, e ver onde isso me leva."

Para já, onde o levou foi à conquista da confiança do treinador.

"Penso que o Jimmy tem boa presença para este lugar," disse Bill Belichick na conferência de imprensa de segunda-feira. "Penso que ele sempre teve. Uma vez mais isto é sempre um trabalho em progresso. Há sempre desenvolvimento. Cada jogador desenvolve ao longo da sua carreira à medida que ganha experiência. Não é diferente para ele nem para mais ninguém, mas acho que o comportamento dele é bom."

Para o treinador dos Patriots, o trabalho do quarterback é deveras complexo, pois tem de 'conseguir coisas de outros jogadores, fazer chamadas (de jogadas), fazer ajustes, fazer de forma acertada as coisas que as outras pessoas esperam que ele faça. A decisão é sua. Então, é fazer isso, jogando com equilíbrio, há 1.000 coisas, provavelmente 10 coisas em cada jogada."

Bellichick considera que Garappolo conquistou o respeito dos colegas de equipa 'quando cá chegou. Acho que ele sempre fez isso. Não acho que tenha sido diferente este ano. Penso que ele cresceu este ano e não acho a sua abordagem tem sido diferente."

Para os fãs, agora há que esperar para ver se realmente o progresso vai continuar e se esta confiança de colegas e treinadores passa também para as bancadas.

This article has been reproduced in a new format and may be missing content or contain faulty links. Please use the Contact Us link in our site footer to report an issue.

Latest News

Advertising