Official website of the New England Patriots

Danny Amendola Regressa aos Treinos, Preparado para Ajudar Jimmy Garoppolo

"Quer dizer, eu tenho estado apto," disse Danny Amendola após o treino de terça-feira. "É bom estar com os meus colegas de equipa e fazer parte do grupo. Sinto-me bem. Tenho-me preparado imenso, por isso sinto-me forte, sinto-me rápido. Estou pronto para arrancar. Estou entusiasmado por estar pronto e ansioso [que chegue] este fim-de-semana."

20160907_ap_danny_amendola.jpg

Amendola passou quase todo o verão a fazer preparação física juntos dos restantes colegas de equipa, mas quando os treinos passavam aos exercícios, o versátil wide receiver mudava-se para um dos campos vazios e limitava-se a fazer corrida de velocidade e diversos outros exercícios de recuperação. 

Falhou igualmente todos os jogos de preparação, pois foi colocado na PUP list enquanto recuperava das operações ao joelho esquerdo e ao tornozelo. Por isso duvidava-se que conseguisse recuperar a tempo de iniciar a temporada.

Mas, na terça-feira surgiu no treino e participou ativamente, sugerindo que está devidamente preparado, não obstante ter falhado o estágio de pré-temporada e os quatro jogos de preparação. 

"Esses [jogos de pré-temporada] são repetições ao vivo e repetições a que dou importância," explicou Amendola. "Eu adoro participar nos exercícios, quer seja nos treinos ou seja no que for. Eu vou trabalhar mais arduamente esta semana, preparar o meu corpo para o jogo de abertura. Já joguei muito football na minha vida. Conheço o ritmo, a velocidade do jogo. Estou preparado para entrar."

Em 2015, Amendola recebeu 72 passes, num total de 705 jardas e três touchdowns, o seu melhor registo desde que chegou aos Patriots em 2015.

20160907_ap_jimmy_garoppolo.jpg

Ora, para o jovem quarterback Jimmy Garoppolo, que vai ser titular nos primeiros quatro jogos da temporada devido à suspensão de Tom Brady, ver no mesmo dia o regresso aos treinos de Danny Amendola e Rob Gronkowski, duas das principais armas no ataque dos Patriots, foi um presente inesperado.

No terceiro jogo de preparação, frente ao Carolina Panthers, considerado o mais importante da pré-temporada por ser aquele em que os titulares jogam mais minutos, Garoppolo rubricou a sua exibição mais fraca, acertando em 9 de 15 passes, para 57 jardas e zero pontos. Mas, nesse jogo não teve nem Amendola, nem Gronkowski.

Quem também parece estar totalmente recuperado dos problemas físicos que o obrigaram falhar dois jogos e vários treinos durante o estágio é Julian Edelman, o que equivale a dizer que Garoppolo terá todas as armas ao seu dispor. No entanto, não quis usar as ausências como desculpa para uma pré-temporada de rendimento um pouco aquém do que desejava.

"Não, [não há desculpas], estava quem estava," disse Garoppolo. "A temporada é assim. Vai haver lesões, o treinador vai estar está lá a misturar e a fazer trocas. Tu não podes pensar nessas coisas. Se te preocupares com isso, ficas com o juízo trocado. Por isso quem estiver em campo, está e nós temos de fazer o melhor possível."

Edelman também está preparado para ajudar

Edelman decerto vai estar em campo em Arizona e promete estar devidamente preparado.

"O que eu posso fazer é tentar fazer o meu trabalho o melhor que puder e colocar-me numa situação em que sempre que o Jimmy [Garoppolo] chamar pelo meu número, eu estou lá. É isso que posso fazer," disse Edelman. "No que se refere a avaliá-lo [a Garoppolo], posso dizer que ele trabalha arduamente e ele tem crescido ao longo dos dois últimos anos, mas isso não é realmente o meu trabalho, estar a dizer que ele está a fazer isto ou aquilo. Eu só tenho que me preparar para fazer tudo que puder para o ajudar."

Amendola irá igualmente dar uma ajuda. O fato de ter falhado toda a pré-temporada não deverá afetar negativamente o automatismo entre os dois porque ambos têm passado o defeso a trabalhar conjuntamente no Athletes Performance Institute na California.

Muitas alternativas no ataque

20160907_ap_julian_edelman.jpg

Julian Edelman, o recém-chegado Chris Hogan e Danny Amendola têm caraterísticas semelhantes pois conseguem desmarcar-se com bastante rapidez, algo que irá reduzir a pressão sobre Garoppolo, já que a linha ofensiva ainda não dá garantias totais.

E, claro, o duo Gronkowski-Martellus Bennett, ambos com 6 pés-6 (1,98 m) de altura, vai ser uma constante dor de cabeça para as defesas adversárias. Com eles em campo, os Patriots vão poder "fazer muitas coisas diferentes e esses dois, quando estão juntos, são um perigo. Nós vamos ser bons," disse Garoppolo.

Portanto, os dados estão lançados. O coordenador ofensivo Josh McDaniels avisa, no entanto, que, embora Garoppolo tenha mostrado grande estabilidade até ao momento, não há nada que substitua a experiência.

"Realmente não há nada que te possa dar a experiência de jogar num jogo a valer a não ser jogar," disse McDaniels. "O Jimmy tem feito um grande trabalho, trabalhando arduamente durante os dois anos e meio que tem cá estado, e tem estudado e melhorado todos os anos em termos do que possa fazer no nosso sistema e o que pode fazer dentro dele. Ele vai-se preparar imenso esta semana para estar pronto [para o jogo]."

E Garoppolo parece mesmo ter estudado bem a lição, pois revelou que para que os Patriots possam ganhar em Arizona os jogadores do ataque terão de "comunicar bem. Onde quer que seja – na huddle, na linha de scrimmage, temos de estar lá, fazer o nosso trabalho, e o resto trata de si. Temos que ter 11 jogadores na mesma página."  

This article has been reproduced in a new format and may be missing content or contain faulty links. Please use the Contact Us link in our site footer to report an issue.

Advertising