Official website of the New England Patriots

Defesa dos Patriots preparada para teste difícil frente aos Ravens

Embora esteja em segundo lugar naquela que muitos consideram a estatística mais importante, pontos sofridos (17,2 por jogo), a defesa do New England Patriots continua a ser muito criticada pela crítica e também por alguns fãs. Para eles, esta estatística está distorcida pelo fraco valor de muitos dos ataques enfrentados até ao momento.

"Não sei porque é que vocês continuam a fazer essas perguntas," disse o frustrado linebacker Dont'a Hightower após o final do último jogo, uma convincente vitória sobre os Rams, na qual a defesa permitiu apenas 25 jardas durante toda a primeira parte "Penso que temos vindo a jogar bem durante todo o ano. Vocês são aqueles que dizem essas coisas. Nós sabemos o que temos na defesa. Temos que continuar a ir para o campo e a provar e a jogar da mesma maneira que temos jogado nas últimas três ou quatro semanas."

No jogo frente aos Rams, a defesa registou duas interceções e quatro sacks, mas na segunda-feira vai defrontar um adversário muito mais potente, o Baltimore Ravens, que chega a Foxboro em alta, depois da goleada infligida ao Miami Dolphins, equipa que entrara em campo com seis vitórias consecutivas.

Por outro lado, a defesa dos Ravens é considerada presentemente a melhor da NFL, consentindo escassas 296 jardas por jogo, pelo que mesmo com Tom Brady a comandar o ataque, os Patriots decerto vão sentir dificuldades em pontuar repetidamente frente a Baltimore.

f70c534cbcb14654bd0b8bef4cf64498.jpg

Desde o início da temporada de 2007, os Patriots sofreram apenas seis derrotas nos 68 jogos que Tom Brady disputou no Gillette Stadium, mas os Ravens não se deixam intimidar, pois até nos playoffs já venceram por duas vezes na casa dos Patriots, 33-14 em Janeiro de 2010 e 28-13 em Janeiro de 2013. Nos últimos seis jogos disputados em Foxboro os Patriots nunca conseguiram vencer Baltimore por mais do que seis pontos.

Por isso, a defesa dos Patriots sabe que vai ter que estar no seu melhor uma vez que o ataque provavelmente vai sentir dificuldades em superar a casa dos 20 pontos.

"Nas últimas semanas, temos vindo a crescer juntos como defesa e estamos agora a ter confiança uns nos outros e a construir a camaradagem que permite que saibamos onde é que todos vão estar dentro do campo," acrescentou Dont'a Hightower durante uma entrevista à estação de rádio WEEI.

MELHORIA NOTÓRIA

 Independentemente das críticas, não se pode ignorar que a defesa dos Patriots tem vindo a subir de rendimento.

 Ao lado de Hightower, o coordenador Matt Patricia tem utilizadoKyle Van Noy e Shane McClellin, tendo preterido parcialmente de *Elandon Roberts. Assim, nos últimos três jogos McClellin esteve em 106 jogadas ou snaps (36-31-39), Van Noy participou em 98 (29-28-41), mas Roberts só esteve em 15 (11-4-0).

* *

73fb7dacdeeb46f58ba651a17eb7b15f.jpg

Kyle Van Noy, adquirido a Detroit a 25 de Outubro, tem vindo a desempenhar papel cada vez mais importante na defesa e desde a sua estreia pelos Patriots já registou um sack, quatro pressões sobre o quarterback adversário, uma penalidade por holding e uma interceção.

Devido à versatilidade deste grupo, o plano de jogo tem mostrado muitas simulações onde iniciam como se fossem fazer blitz antes de recuarem rapidamente. Ao mesmo tempoJabaal Sheard e Trey Flowers têm aparecido a fazer cobertura, confundindo assim os ataques adversários.

A defensive end, Matt Patricia tem dependido duma total rotatividade, alternando quatro jogadores --Rob Ninkovich, Trey Flowers, Chris Long e Jabaal Sheard– para que estes permaneçam frescos fisicamente durante todo o jogo.

Na secundária, Logan Ryan(41-44-41 jogadas) e Eric Rowe (62-56-33) parecem ter agarrado o lugar. Durante várias semanas Patricia alterou constantemente os cornerbacks, entrando uns uma semana, outros na semana seguinte, mas esta estabilidade parece estar a dar resultado.

Por isso não obstante a qualidade dos adversários, e os Patriots não controlam o calendário, limitam-se a defrontar quem está marcado, as últimas três semanas têm sido mais sobre a evolução da defesa do que o valor dos adversários.

Ao mesmo tempo, nos últimos dois jogos a defesa conseguiu quatro turnovers, subindo assim ao oitavo lugar nesta estatística.

"Nas duas últimas semanas temos insistido nos turnovers e na perseguição ao quarterback," confirmouDont'a Hightowerna entrevista à WEEI. "Definitivamente as coisas estão a começar a entrar na linha. Se conseguirmos prosseguir da mesma forma, estaremos a entrar no caminho certo."

Esta continuidade tem melhorado a comunicação no sector, fator essencial nas defesas elaboras por Matt Patricia. Resta saber como resultarão frente a ataques mais potentes.

JOE FLACCO EM GRANDE FORMA NA SEMANA PASSADA

O primeiro grande teste para a defesa surgirá portanto na segunda-feira.

Quando o coordenador ofensivo Marc Trestman foi despedido em Outubro o ataque dos Raves estava a conseguir uma média de apenas 18, 8 pontos por jogo, mas sob a orientação de Marty Mornhinweg a média já subiu para 21,3.

d186d955d44c49088aca6f8b489d6478.jpg

Na semana passada Joe Flacco realizou a sua melhor exibição da temporada, em parte porque pela primeira vez teve a mesma linha ofensiva em três jogos consecutivos. Assim, nos primeiros 11 jogos Flacco foi pressionado 128 vezes e quando pressionado a percentagem de passes completados foi de apenas 46,5 por cento, tendo provocado cinco interceções. Mas, quando a linha ofensiva evita a pressão, a média sobe para 70 per cento e resultou em 14 touchdowns.

Os seus alvos principais são o tight end Dennis Pitta (61 receções, incluindo os dois primeiros touchdowns da época frente a Miami), e os wide receivers Mike Wallace (57) e Steve Smith (54).

Em contra-partida o jogo terrestre tem deixado bastante a desejar, surgindo na vigésima oitava posição, com uma média de apenas 89,7 jardas por jogo, e uma média de 3,7 jardas por corrida.

Terrance West, com 650 jardas e cinco touchdowns em 163 corridas, e o *rookie *Kenneth Dixon, com 206 jardas em 46 corridas, são as duas armas no jogo terrestre.

É por isso que Joe Flacco já tentou 497 passes, o segundo total mais elevado na NFL, atrás apenas de Drew Brees, que tem 500.

Mas este ataque, que tem sentido dificuldade em marcar pontos, não teve problemas contra o Miami Dolphins. Os 38 pontos conseguidos e as 496 jardas acumuladas foram os máximos na temporada em curso, com Joe Flacco a completar 36 de 47 passes, um novo record dos Ravens, totalizando 381 jardas e quatro touchdowns.

DEFESA DOS PATRIOTS FEZ O TRABALHO DE CASA

 O filme do jogo contra Miami já foi amplamente estudado, o mesmo sucedendo em relação aos restantes jogos dos Ravens. Para a defesa dos Patriots, Joe Flacco é o elemento decisivo do ataque visitante.

"Ele [Flacco] definitivamente vai criar oportunidades para os seus colegas. Penso que ele sabe o que pode fazer dentro do campo. Tem um braço muito forte," disse Matt Patricia, coordenador defensivo dos Patriots, "Ele tem uma boa quantidade de armas a quem entregar a bola, por isso ele definitivamente vai dar aos seus rapazes a oportunidade de completar algumas jogadas e eles demonstraram que o conseguem fazer. Temos que cobrir esses jogadores mas também estar preparados na zona recuada para os desafiar e completar as nossas próprias jogadas."

"Ele (Joe Flecko) tem uma serenidade incrível, é muito inteligente e compreende o jogo. É um desafio sempre que defrontas alguém como ele, ele é grande e consegue completar passes decisivos, tem sempre o jogo debaixo de controlo," acrescentou o* defensive end* Rob Ninkovich.

 "Eles são uma boa equipa. O Joe Flacco é um dos melhores quarterbacks da liga," acrescentou Devin McCourty, um dos capitães da defesa, que considera que as melhores qualidades de Joe Flacco são "a sua capacidade para fazer a equipa avançar no campo e também a sua experiência e compreensão do que está a acontecer dentro do jogo e saber como atacar uma defesa…ele vai conseguir criar jogadas para eles completarem as receções. É uma grande quantidade de jogadores que temos que tentar anular e nós vamos ter que tentar obrigá-los a abrandar o ritmo."

20161207_710x380_chris_long.jpg

O defensive end Chris Long avisou que "tanto quanto me lembro, Baltimore tem sido uma das equipas mais físicas na liga. O treinador [John] Harbaugh faz um excelente trabalho com isso, têm jogadores na linha da frente, jogadores com capacidade, e obviamente o Joe (Flecko) é um quarterback de elite, é um desafio enorme."

Para Bill Belichick o novo coordenador, Marty Mornhinweg, não traz grandes segredos ao ataque dos Ravens.  

"Temos visto o Marty [Mornhinweg] ao longo dos anos, o ataque costa oeste; muitas das coisas que são os seus princípios do jogo. Eu diria que colocou muitas em vigor na equipa. Quando o Marty estava com os Jets, que nós defrontámos duas vezes por ano, e agora olhamos para o Marty com os Ravens, vê-se uma mistura dos dois em termos de pessoal e de esquema de jogo," explicou Belichick.

"É uma questão de mentalidade," considera o cornerback Eric Rowe. "É o meu primeiro ano aqui, mas eu noto a energia que a equipa tem. Aqui, depois do Thanksgiving, vê-se toda a gente com mais intensidade, nos treinos, e até mesmo na sala a ver os filmes (dos jogos), e a forma como se estuda o filme. É tudo uma questão de mentalidade."

 "Começa com a linha ofensiva e o jogo terrestre, eles tentam pressionar-te com o jogo terrestre, temos que estar preparados para isso," indicou o linebacker Shea McClellin  

"Ter um treinador [Bill Belichick] que nos orienta para ganhar jogos depois do Thanksgiving é o aspeto mais importante que ele destaca, nós aqui fazemos um excelente trabalho com isso e eu vou conseguir fazer parte disso, esperamos poder continuar a ganhar," foi a impressão colhida pelo linebacker Kyle Van Noy.

"Estamos a seguir na direção certa," concluiu Chris Long. "Nunca se vira a esquina, estamos a sempre a olhar para a frente, a tentar melhorar. Há muitas coisas que queremos melhorar esta semana, frente a um adversário excelente que recentemente está a jogar na sua melhor forma."

Portanto, para a defesa dos Patriots esta será uma excelente oportunidade para demonstrar que realmente está no caminho certo e pode também contribuir para as vitórias.

This article has been reproduced in a new format and may be missing content or contain faulty links. Please use the Contact Us link in our site footer to report an issue.

Advertising