Official website of the New England Patriots

replay
Patriots Replay Thu May 28 | 12:00 AM - 11:55 AM

Jogadores dos Patriots entusiasmados por poderem jogar nos play-offs

O palmarés do New England Patriots desde que Bill Belichickassumiu o comando técnico da equipa tem sido verdadeiramente sensacional pois só falhou os play-offs por duas vezes, na primeira temporada, em 2000, e depois novamente em 2008, quando Tom Brady se lesionou logo no primeiro jogo.

Desde que Bill Belichick chegou a Foxboro os Patriots venceram a AFC East 13 vezes, foram campeões da AFC seis vezes e ganharam quatro Super Bowls. A primeira ideia que se recolhe destas estatísticas é que os Patriots são uma equipa muito experiente, começando com Tom Brady, o quarterback que esteve em todas estas conquistas. Mas, o certo é que praticamente um terço dos jogadores, um total de 19, nunca jogou nos play-offs.

hogan_1660-watermarked.jpg

Alguns, como o wide receiver Chris Hogan, o defensive end Chris Longe o linebacker Shea McClellin, vieram de outras equipas que nunca conseguiram o apuramento para a fase final da prova. Outros ainda falharam anteriormente os play-offs devido a lesão, casos do* running back* Dion Lewis e do defensive end Trey Flowers.

Finalmente há os rookies *que se estrearam este ano na NFL. E por mais incrível que pareça, pois os Patriots foram a equipa com melhor palmarés em 2016, este grupo contem nove jogadores, alguns titulares. O *guard Joe Thuney só falhou quatro jogadas durante toda a temporada, o wide receiver Malcolm Mitchell tornou-se um dos alvos favoritos de Tom Bradyna ponta final da temporada, o defensive tackle Vincent Valentine tem jogado com regularidade, e o linebacker Elandon Roberts tem jogado principalmente quando a defesa tenta anular o jogo corrido adversário. Os outros estreantes são: o quarterback Jacoby Brissett, o running back D.J. Foster, o* guard* Ted Karras e os cornerbacks Cyrus Jones e *Jonathan Jones.

Portanto para todos eles o jogo de sábado vai trazer sensações diferentes.

A REAÇÃO DOS JOGADORES

O tight end Martellus Bennett está no grupo daqueles que se vão estrear pelos Patriots nos play-offs. Por isso foi um dos alvos dos jornalistas na quarta-feira.

"Eu estou apenas a curtir," começou por dizer Martellus Bennett. "Jogar, para mim, é apenas mais um jogo. Depois da semana de folga, o entusiasmo foi aumentando com o aproximar dos play-offs, mas é preciso curtir quando o jogo está à porta. É como qualquer outro jogo. Tu ficas excitado, vais para o campo e jogas."

O facto de jogar em casa torna ainda mais agradável a estreia.

20170111_710x380_martellus_bennett.jpg

"É incrível, muita energia," confirmou Bennett. "Eles [os fãs] alimentam um pouco [o entusiasmo]. Tenho a certeza que eles também vão trazer o seu melhor. Penso que temos alguns dos melhores fãs na NFL, e quando é um jogo importante, sinto que eles vão trazer o seu melhor tal como nós iremos fazer."

Previsivelmente, haverá algum nervosismo, apesar de Martellus Bennettser um veterano que já está na NFL desde 2008.

"Geralmente fico nervoso antes dos jogos," confirmou Bennett. "Tento não ter muitos [nervos] – o football é uma montanha russa pelo que tento racionalizar as minhas emoções. Quando aqui cheguei, muita gente pensou que era estranho, porque não importava o que estava a acontecer durante o jogo, eu tinha sempre a mesma expressão na minha cara durante todo o tempo. Às vezes, o Tom  Brady] começava a gritar e eu olhava para o Tom e ele pensava 'o que é que está a acontecer com esse sujeito?' Eu estou sempre muito ponderado durante todo o jogo."

E quando lhe perguntaram se a abordagem ao jogo mudava por se tratar dos play-offs, Martellus Bennett respondeu que não pois o que é preciso "é ir para dentro do campo e jogar bom football. Não faz diferença se é o jogo número um, número dois, jogo 27. Tens que ir para o campo e jogar bom football. O foco para mim tem sido apenas poder contribuir."

Mas mesmo os jogadores mais experientes continuam a sentir um entusiasmo diferente com os jogos dos play-offs. Matthew Slater, capitão das equipas especiais, já vai na oitava presença consecutiva na fase final, mas continua a sentir um certo nervosismo.

20170111_slater_press.jpg

"Para mim, pessoalmente, o entusiasmo e a expectativa crescem com cada temporada, porque sei que as oportunidades estão-se a tornar cada vez mais raras," indicou Matthew Slater. "Quando era um jogador jovem, realmente não sabia o que esperar ou a sorte que tive por estar numa equipe que foi aos play-offs, mas quando ficamos mais velhos, realmente apreciamos estas oportunidades. Trabalhamos mais arduamente para não estarmos ansiosos e podermos manter o mesmo ritmo durante toda a semana. Estou entusiasmado com a oportunidade de jogar mais um jogo dos play-offs. Muitos jogadores não têm essa oportunidade ao longo das suas carreiras."

"Não é como qualquer outro jogo," acrescentou o tackle Nate Solder. "Penso que seguimos o nosso processo como fizemos durante todo o ano em termos de uma forte preparação, aprender o mais possível [sobre o adversário], mas sabemos que esta é uma oportunidade única e só temos uma oportunidade para jogarmos o nosso melhor no sábado."

Devin McCourty, o capitão da defesa, é outro dos jogadores que nunca falhou os play-offs desde que chegou a Foxboro. Por isso reconhece a sorte que tem tido.

"Sinto-me afortunado por estar aqui e poder jogar. Eu tento não tomar isso [o apuramento para os play-offs] como um dado adquirido. Eu falo sempre sobre o meu irmão. Ele terminou a sua oitava temporada e nunca foi aos play-offs," explicou Mc Courty. "Mesmo a falar com o Chris [Long] e o Hog [Chris Hogan] e outros jogadores e ver o que eles passaram, damos mais valor quando ouvimos essas histórias. Temos que aproveitar a oportunidade que temos nos play-offs.

"O Bill [Belichick] disse-nos este ano; nem sempre é garantido que vais regressar [aos play-offs] no ano que vem, mesmo que muitos digam que nós estaremos lá no próximo ano ou vamos ficar melhores e vamos regressar ao mesmo lugar no próximo ano. É difícil fazer isso, por isso queres tirar proveito disso, aqui e agora."

Chris Hogan, que nunca jogou nos play-offs, pode apenas dizer que "para ser honesto consigo, muitas pessoas têm-me perguntado isso e eu realmente não sei. Eu nunca experimentou anteriormente por isso é tudo novo para mim."

Entre os mais experientes, Danny Amendola, regressado aos treinos esta semana depois de recuperado da lesão no tornozelo, confirmou que "nós jogamos para poder ir aos play-offs, é por isso que todos estão aqui. É o que temos estado à espera todo o ano."

"Não penso que a atitude muda, mas estamos todos ansiosos pelo jogo de sábado," acrescentou Michael Floyd.

Poder jogar em casa torna tudo ainda mais excitante.

"Tenho a certeza que vai ser incrível. Temos os melhores fãs na liga. Geralmente faz frio, por isso tenho a certeza que vão estar ansiosos por isso," comentou Dont'a Hightower, um dos capitães da defesa. "Mas no seu todo, os play-offs e a vantagem de jogar em casa ajudam devido à emoção e o entusiasmo que trazem. Aquelas terceiras descidas e aquelas situações em que estão recuados no terreno e nós temos o ataque [adversário] nas cordas lá atrás – eles [os fãs] realmente ajudam. Às vezes, acreditem ou não, muitos jogadores ficam meio doidos a quererem fazer uma jogada para se poderem levantar e fazer a pequena dança do *sack *ou qualquer outra coisa. Portanto, sempre jogar em casa sempre ajuda."

A concluir Matthew Slater pediu apenas que "façam muito barulho. Eles sabem o que fazer. Eles são veteranos, fãs de longa data, por isso eles sabem o que fazer."

This article has been reproduced in a new format and may be missing content or contain faulty links. Please use the Contact Us link in our site footer to report an issue.

Advertising