Official website of the New England Patriots

replay
Patriots Replay Wed Aug 05 | 12:00 AM - 11:59 PM

Malcolm Butler esteve no centro das atenções

Segundo a maioria dos observadores, Julio Jones, o talentoso wide receiver dos Falcons, vai ser um problema muito complicado para a defesa dos Patriots. Calcula-se que a responsabilidade de lhe fazer a cobertura vai recair em Malcolm Butler, o herói da vitória no Super Bowl de 2015. Por isso, durante várias conferências de imprensa de quinta-feira, o nome de Malcolm Butler veio à baila.

Quando lhe perguntaram se alguma vez imaginara queMalcom Butler, que na altura era um dos reservas da equipa, conseguiria atingir o nível atual, o treinador Bill Belichick deixou bem claro que sempre teve confiança no seu corner back.

"Bem, nós colocámo-lo na cobertura a Antonio Brown [dos Steelers] no jogo de abertura em 2015," respondeu Belichick. "Obviamente houve um crescimento durante este período de tempo. Não penso que se vai de um nível a outro só com alguns treinos e um jogo e meio. Não acho que isso seja possível. Mas, nós pensámos que ele tinha mostrado o suficiente à entrada na época de 2015 de que seria o jogador que poderíamos colocar contra certos receivers."

Dont'a Hightower, capitão da defesa, concorda que Butler tem progredido imensos nestas duas temporadas.

"Sim, muito," indicou Hightower. "Ele tem crescido e amadurecido como jogador. Muito se pode dizer sobre o Malcolm [Butler]. [É] a ética de trabalho em termos globais. Ele não mudou desde o primeiro dia em que cá chegou, trabalhando arduamente para conseguir um lugar no plantel, até conseguir ser o corner back número um e jogar como tem jogado. Obviamente tem sido bom – não, excelente – ele estar deste lado e connosco. Estou ansioso por este Super Bowl e poder trabalhar com ele."

matthew-slater-121516.jpg

"Eu penso que quando se olha para o Malcolm [Butler], estamos a falar de uma das histórias e jornadas mais incríveis dos últimos 30 anos no football profissional," acrescentou Matthew Slater, capitão das equipas especiais. "Passar de alguém que veio prestar provas, nem sequer era um free agent, para nesse mesmo ano conseguir uma das melhores jogadas no Super Bowl."

"Penso que o crescimento que ele tem mostrado ao longo das duas últimas duas temporadas tem sido tremendo. Ele passou de reserva a um dos melhores corners; um jogador de quem nós dependemos imenso, um jogador que nós por vezes colocamos no melhor receiver da outra equipa," acrescentouMatthew Slater. "O que se viu foi simplesmente um jogador que tem crescido em confiança, que tem aumentado a sua compreensão do jogo, um jogador que não tem medo de competir, um jogador que não tem medo do momento, e penso que ele continua a melhorar e melhorar. Que alegria tem sido ver essa história desde o início até chegar onde está agora. Penso que é realmente impressionante. Ninguém sabe como vai acabar, mas se ele continuar a trabalhar como tem feito, as coisas boas vão continuar acontecer para ele."

A DISPUTA COM JULIO JONES

Os jornais aproveitaram um comentário que Malcolm Butler escreveu no Twitter, em 2012, quando estava na universidade, para tentar criar alguma controvérsia. Nesse comentário, escrito a 22 e Dezembro de 2012, Butler indicou que gostaria de medir forças com Julio Jones.

Na quinta-feira, Jones foi interrogado sobre o assunto, mas não se envolveu em polémicas.

"Ele [Malcolm Butler] é um grande jogador, mas ao fim do dia tenho que concentrar-me apenas em mim, em melhorar e em trabalhar com os meus colegas de equipa," respondeu Jones.

De seguida, Jones sugeriu que o esquema defensivo dos Patriots muda constantemente e por conseguinte não há garantias de que será Malcolm Butler a fazer-lhe a cobertura no Super Bowl.

"Eles misturam muitas coisas, quem eles vão tirar do jogo, o que vão fazer durante o jogo," explicou Jones. "Nós não sabemos o que eles vão fazer, mas temos que estar preparados para tudo e mais alguma coisa que eles nos apresentem. Mas, ao fim do dia o que importa é a forma como nós nos prepararmos."

Por sua vez, Malcolm Butler considerou que na altura em que escreveu o seu breve comentário sobre Julio Jones, essa possibilidade era pouco mais do que um sonho. Mas, felizmente para ele e para os Patriots, tudo mudou.

5aa8c2f220e34492b7c873747066b46b.jpg

"Os sonhos tornam-se realidade, meu homem," disse o cornerback dos Patriotas. "Nem sequer era conversa da treta na altura ou ser arrogante, nada disso. Foi só, eu tive uma visão, e espero que mais jovens na universidade e pessoas em todo o mundo possam usar isso como um exemplo. Se tiveres uma visão e trabalhares arduamente, podes conseguir o impossível."

Jones tem sido sensacional esta temporada, com 83 receções totalizando 1.409 jardas e seis touchdowns durante a temporada regular e mais 15 para 247 jardas com dois touchdowns nos playoffs.

Caso seja Malcolm Butler a fazer a marcação, Julio Jones terá a vantagem em termos físicos, pois é mais alto e pesa mais. Jones tem 6 pés e 3 de altura (1,90 m) e pesa 200 libras (100 quilos), enquanto Butler tem 5 pés e 11 de altura (1,80 m) e 190 libras (86 quilos) de peso.

"Muito simplesmente o que é preciso é estar bem preparado, analisar todos os detalhes, e trabalhar arduamente," respondeu Malcolm Butler quando lhe perguntaram sobre este provável confronto. "Tu tens que manter a concentração e não ligar a toda a tentação e publicidade exagerada. Não importa quem vem jogar. Eu só quero é ganhar o jogo, mas eu tenho as [pessoas] mais importantes lá [os colegas de equipa], que penso que merecem estar lá."

E a concluir, Malcolm Butler prometeu que vai "dar tudo o que tenho. É o último jogo do ano e o jogo mais importante do ano, e penso que todos vão tentar fazer isso também."

This article has been reproduced in a new format and may be missing content or contain faulty links. Please use the Contact Us link in our site footer to report an issue.

Advertising