Official website of the New England Patriots

replay
Replay: Patriots Unfiltered Mon Aug 10 | 12:00 AM - 11:59 PM

Notas da vitória sobre o Carolina Panthers, 19-17

Uma rápida vista de olhos nas estatísticas finais revela que a defesa, em termos globais, teve uma noite de destaque já que o quarterback *dos Panthers, Cam Newton, que foi considerado o *MVP da liga em 2015, completou apenas 13 dos seus 29 passes, num total de 100 jardas, e ainda permitiu duas interceções.

A linha defensiva que iniciou o encontro incluiu Malcolm Brown, Vincent Valentine e Markus Kuhn nas descidas iniciais, com Anthony Johnson a entrar para as terceiras descidas. Woodrow Hamilton também esteve activo. 

Em contra-partida, o defensive tackle Terrance Knighton passou o jogo todo na linha lateral e, embora equipado, não jogou, o que sugere que poderá ter os dias contados.

"Utilizámos os jogadores mais jovens," disse o treinador Bill Belichick na conferência de imprensa pós-jogo. "Não tivemos oportunidade de o ver [Knighton] tanto como a alguns outros jogadores. Ele jogou um pouco mais na semana passada. Acho que há uma boa competição naquela posição, e vamos ver como é que as coisas se desenrolam."

Quando confrontado pelos jornalistas, Knighton, um veterano com oito temporadas de experiência, lamentou não ter jogado, mas indicou que considera que ainda tem valor suficiente para prosseguir a sua carreira, seja em Foxboro ou noutro local.

ef0dac6b1e0c45f2bb78e784f937ced2.jpg

Tyler Gaffney ganha terreno entre os running backs

Tyler Gaffney mostrou excelente velocidade e imprevisibilidade, conseguindo 35 jardas em nove jogadas terrestres, mas globalmente o jogo terrestre esteve a nível inferior ao que mostrara a semana passada frente ao Chicago Bears

Ao todo a equipa conseguiu apenas 81 jardas. A melhor média pertenceu a LeGarrett Blount, 5,2, mas é um número enganador já que 17 das suas 26 jardas vieram numa só jogada.

Os running backs são um dos grupos que continua por definir. Dion Lewis, que seria titular indiscutível, tornou a ser operado e não se sabe quando poderá regressar pelo que, à partida, Blount e James White eram considerados favoritos na luta pelos lugares e Brandon Bolden tem vantagem por participar também nos special teams. Mas Bolden não jogou frente a Carolina e White conseguiu apenas 2 jardas em três tentativas. 

Gaffney poderá assim ter ganho vantagem nesta luta em confronto com Joey Iosefa e D.J. Foster, que estiveram apenas em duas jogadas cada. No entanto Foster esteve mais ativo como receiver, pois totalizou 33 jardas em 3 receções, e também conseguiu 16 jardas num punt return. A versatilidade é uma das características mais admiradas por Bill Belichick.

95d5aaaf5da049b6a339db0cf4904082.jpg

Chris Hogan afirma-se, Aaron Dobson mostrou-se

Chris Hogan, com cinco receções, 62 jardas e 1 touchdown, foi o mais ativo dos receivers, outro dos grupos onde ainda existe muita incerteza.

Danny Amendola e Malcolm Mitchell continuam ausentes devido a lesão, mas Julian Edelman já jogou frente aos Panthers, embora tenha deixado bem claro que as lesões têm retardado a sua recuperação. Neste jogo só teve uma receção, para 6 jardas.

Hogan confirmou assim que vai ser aposta da equipa técnica e o passe de Tom Brady sugere que já há um bom entendimento entre os dois. Por isso, caso Amendola recupere a tempo de iniciar a temporada, haverá apenas uma vaga. Aaron Dobson, que tarda em afirmar-se, totalizou 49 jardas nas duas receções, mas Keshawn Martin, que devido ao bónus de assinatura supostamente teria vantagem nesta luta, não tocou na bola neste jogo.   

DeAndre Carter conseguiu um touchdown, a passe de Jacoby Brissett, mas Chris Harper e Devin Lucien só entraram na ponta final do jogo, receberam apenas um passe cada. A sua situação ficou mais complicada.

2868ea4547be47ae888bebdb0c26d496.jpg

Garoppolo com noite cinzenta

Contrariamente ao que sucedeu nos dois primeiros jogos de preparação, desta feita Jimmy Garappolo começou bem, mas acabou mal. Na realidade, nos dois primeiros encontros sentiu algumas dificuldades em tomar conta do ataque, mas gradualmente, com a passagem do tempo, foi dando conta do recado. E na semana passada frente aos Bears fez exibição fracamente animadora, dando alguma esperança aos fãs dos Patriots de que efetivamente estará preparado para substituir Tom Brady nos primeiros quatro jogos da temporada.

Mas, frente aos Panthers deu-se precisamente o contrário. Começou bem e só não colocou os Patriots em vantagem na sua primeira série porque Steve Gostkowski não conseguiu concretizar um field goal de 30 jardas.

Neste jogo defrontou um dos* front seven mais temíveis da liga, há mesmo quem considere que Luke Kuechly é o melhor linebacker da NFL, mas não pode contar com algumas das principais armas do ataque dos *Patriots. Rob Gronkowski não se equipou, Danny Amendola continua ausente devido a lesão e mesmo Julian Edelman esteve presente mas foi uma sombra daquilo que se espera dele quando começarem os jogos a valer.

São ausências de peso. Com eles em campo, Garappolo decerto mostrará outra confiança. De qualquer forma não deixa de ser um pouco preocupante que com o decorrer do jogo o seu rendimento foi baixando frente aos Panthers.

Esteve em campo durante 27 jogadas, completou 9 de 15 passes, totalizando apenas 57 jardas e não conseguiu fazer a equipa pontuar debaixo da sua liderança.

Foi também visivelmente prejudicado por uma exibição nada impressionante da linha ofensiva, um dos grupos menos estáveis dos Patriots

Sebastian Vollmer provavelmente não vai jogar este ano, Shaq Mason, Jonathan Cooper e Tre' Jackson estão lesionados. O rookie Joe Thuney tem emergido como uma das surpresas agradáveis deste estágio, mas sentiu algumas dificuldades no jogo, tal como o left tackle Nate Solder, Ted Karras foi titular a right guard, David Andrews a center. Resta apurar se LeAdrien Waddle, Josh Kline, Chris Barker e Cameron Fleming vão conseguir equilibrar o grupo.

Curiosamente, Jacoby Brissett teve, de longe, a sua melhor atuação da pré-temporada, com uma compostura própria de um quarterback *com mais maturidade. Depois de entrar para o lugar de Garoppolo completou os nove passes que lançou e conseguiu 10 pontos para a sua equipa, incluindo um touchdown* para DeAndre Carter.

Embora tenha jogado contra os segundos planos dos Panthers deu claramente um passo em frente no seu desenvolvimento.

A defesa dominou

Os 17 pontos cedidos são enganadores pois 14 surgiram quando o jogo já estava decidido e os principais jogadores já não estavam em campo. 

Frente ao MVP do ano passado, Cam Newton, a defesa conseguiu três interceções, por Logan Ryan, Devin McCourty e Duron Harmon, uma delas depois do desvio do *defensive end *Chris Long.

O corner back Cre'Von LeBlanc também esteve em destaque, e o colega de sector Cyrus Jones, que está em luta direta com Justin Coleman pelo terceiro posto nesta posição, mostrou-se num espetacular* punt return* de 60 jardas. Trey Flowers e Jamie Collins também tiveram noite de grande acerto.

This article has been reproduced in a new format and may be missing content or contain faulty links. Please use the Contact Us link in our site footer to report an issue.

Advertising