Official website of the New England Patriots

replay
Patriots Replay Thu Jun 04 | 02:00 PM - 11:59 PM

Quem ganhou vantagem na luta pelas 53 vagas no plantel

O treinador Bill Belichick confirmou isso mesmo quando abriu a conferência de imprensa após o final do jogo contra o New York Giants com o tema.

ap_bill_belichick.jpg

"Obviamente podemos observar muitos jogadores esta noite, mais um passo no processo de preparação para a temporada, no Arizona, na próxima semana," disse Belichick. "Agora já podemos virar a página. Temos algumas decisões difíceis a tomar durante o fim-de-semana e temos de analisar tudo e fazer aquilo que consideramos ser o melhor e começar a preparar [o jogo contra] Arizona."

Dito isto, há que tentar determinar quem terá dado um passo em frente, ou quem é que poderá ter hipotecado as hipóteses de ficar na equipa o resto da temporada.

Em relação aos jogadores que estiveram ausentes, alguns têm lugar garantido na equipa, mas outros decerto serão prejudicados por não terem participado neste jogo.

O caloiro corner back Cre'Von LeBlanc, uma das surpresas agradáveis deste estágio de pré-temporada, pois foi undrafted, ou seja ignorado no draft, lesionou-se na terça-feira, pelo que só no sábado se saberá ao certo se já tinha feito o suficiente para conquistar um lugar. É possível que sim, pois nos primeiros três jogos de preparação foi o cornerback que participou em mais jogadas (snaps), num total de 138.

A seu favor está o fato de tanto Cyrus Jones como Vinnie Sunseri terem tido algumas falhas durante o jogo e dividiram as culpas no touchdown, de 59 jardas, do receiver Tavarres King no terceiro período. Jones estava na cobertura, mas Sunseri usou o ângulo errado para tentar fazer a dobra ao colega. Mas, Jones talvez se tenha redimido mais tarde, num punt return dinâmico.

Jonathan Jones também teve algumas hesitações, mas Justin Coleman, que falhou parte do training camp devido a lesão, jogou de início e teve um bom desempenho, pois permitiu apenas duas receções, totalizando 19 jardas, nos cinco passes que vieram na sua direção, e ainda provocou um fumble.

Portanto, tudo muito acinzentado neste grupo, a clarificação só surgirá no sábado.

Quase todos os outros lesionados que estiveram ausentes do jogo têm lugar garantido, casos do defensive end Jabaal Sheard, special teamer Matthew Slater, receiver Chris Harper, defensive end Rob Ninkovich, linebacker Shea McClellin, tight end Rob Gronkowski e offensive linemen Jonathan Cooper e Shaq Mason.

Os lesionados durante o jogo

As decisões de Bill Belichick e restante equipa técnica em relação ao preenchimento das 53 vagas provavelmente vão ser afetadas pelas lesões sofridas durante o jogo com os Giants. Assim, o tackle Nate Solder, o linebacker Elandon Roberts, o running back Tyler Gaffney e os wide receivers Devin Lucien e Keshawn Martin sairam lesionados, com Solder, Gaffney e Martin a queixar-se da perna ou da anca, e Lucien a ter de ser assistido depois de ter sido atingido nas costas com um golpe tardio do linebacker Mark Herzlich, que foi penalizado no lance.

Deste grupo, Solder é o único que pode ser considerado titular, todos os outros estão a lutar por um lugar no plantel, pelo que estas lesões poderão ser mesmo bastante dolorosas.

Barkevious Mingo brilhou

Mingo, obtido a semana passada do Cleveland Browns a troco de uma futura escolha de quinta ronda, foi talvez a figura do jogo. Fez um pouco de tudo, pressionou constantemente o quarterback adversário, foi creditado com seis

ap_barkevious_mingo.jpg

tackles, um com perca de jardas, e dois quarterback hits. Foi utilizado na posição de linebacker, tanto no interior como no exterior, e mostrou-se igualmente inspirado na cobertura. 

O running back *D.J. Foster, um dos jogadores que ainda não assegurou lugar no plantel, teve um *fumble na primeira parte que custou pontos, mas não foi retirado do jogo, acabou com nove receções em 10 tentativas, para 110 jardas, e ainda 22 jardas terrestres em nove tentativas. Mostrou velocidade explosiva e capacidade para evitar tackles

Esteve em campo durante 26 dos 39 snaps ofensivos da primeira parte e uma das jogadas mais vistosas da partida foi a receção de 30 jardas de excelente passe de Tom Brady.

Em contra-partida, Tyler Gaffney, que lutava pelo mesmo lugar, saiu lesionado e poderá ter comprometido o seu lugar entre as 53 vagas.

Curiosamente Brandon Bolden, que segundo alguns observadores poderá ter o lugar de running back em risco, não jogou. 

O defensive tackle Markus Kuhn esteve em campo até quase o final do terceiro período, o que normalmente não é bom sinal. Das duas uma, ou o coordenador defensivo Matt Patricia já tinha decidido que Kuhn vai ser cortado, ou então tinha muitas dúvidas e quis observá-lo no maior número possível de snaps.

Khun tem trabalhado para poder integrar uma rotação que inclui Alan Branch, Malcom Brown e o rookie Vincent Valentine.

Uma má notícia para Kuhn foi a exibição de Anthony Johnson, que encerrou da melhor forma a pré-temporada com dois tackles, meio sack e um quarterback hit.

O tight end A.J. Derby continuou a ganhar vantagem na disputa com Clay Harbor, pois teve cinco receções em sete tentativas, num total de 51 jardas.

Entre os consagrados, destaque para o cornerback Malcolm Butler, que esteve em campo apenas para 10 snaps no início do jogo, mas teve cobertura perfeita nas tentativas de lançamento na sua direção, dando assim sequência a um training camp de grande nível.

ap_hightower.jpg

Os linebackers Jamie Collins e Dont'a Hightower também só estiveram em campo para 10 snaps, com Hightower a registar um sack e Collins a acrescentar um strip sack do quarterback Ryan Nassib.

O punter Ray Allen foi outro dos titulares em destaque, pois manteve os Giants perto da sua linha final, uma vez na linha de 4 jardas, e três dos seus cinco punts empurraram os Giants para dentro da linha de 20 jardas. O de maior distância cobriu 52 jardas.

No sábado acabam-se as dúvidas, pois nesse dia Bill Belichick divulgará o nome dos 53 jogadores que vão iniciar a temporada em Arizona, no dia 11 à noite.

"É sempre muito difícil" - Bill Billichick

"É sempre muito difícil, quer dizer trazemos 90 jogadores para o estágio e acabamos com 53, por isso são 37 rapazes que não podemos manter," lamentou Billichick. "Eles têm trabalhado imenso, têm feito tudo o que lhes temos pedido, muito suor, muito esforço, mas sabemos que a National Football League é muito competitiva e todos nós sabemos o que é que assinámos. Mas, a nível pessoal é difícil, custa dizer a um jogador que não vai poder ficar na tua equipa quando ele fez tudo o que lhe pediste para fazer. Mas, infelizmente as coisas são assim." 

This article has been reproduced in a new format and may be missing content or contain faulty links. Please use the Contact Us link in our site footer to report an issue.

Advertising