Official website of the New England Patriots

replay
Replay: Patriots Postgame Show Sun Nov 28 - 06:00 PM | Mon Nov 29 - 08:55 AM

Ryan Allen nomeado 'Jogador da Semana'

62969651f2994853bc78d0f650542228.jpg

As estatísticas, neste caso, não deixam dúvidas: nenhum dos sete punts de Ryan Allen foi retornado, e seis deles foram parados dentro da linha de 20 jardas de Houston, obrigando assim a equipa visitante a iniciar as suas descidas [drives] no seu próprio território, respetivamente nas linhas de 11, 10, 10, 20, 14, 5 e 4 jardas.

Em média, Houston começou as suas jogadas na sua linha de 16 jardas e seis das 11 drives começaram aquém da linha de 15 jardas. Esta colocação no terreno trouxe pressão adicional ao ataque liderado por Brock Osweiller, que nunca conseguiu ameaçar a defesa dos Patriots.

"[As equipas especiais foram] tremendas, tremendas," disse Bill Belihick durante a conferência de imprensa realizada logo após o final do jogo. "A nossa posição em campo (field position) foi fenomenal. Parecia que eles tinham que ir 90 jardas cada vez que recebiam a bola."

"Foi incrível," acrescentou Matthew Slatter, capitão das equipas especiais, em relação ao impacto dos* punts* de Allen. "Eu acho que eles não tiveram qualquer jarda nos retornos. Foi sempre fair catch por isso não posso dizer bem bastante sobre o que ele [Allen] fez esta noite. Eu sei que ele estava a sentir-se bem, e sei que ele estava ansioso por fazer um grande jogo, e acho que fez exatamente isso."

Para ficarmos com uma melhor ideia da dificuldade em conseguir o que Allen fez durante este jogo basta mencionar que o Detroit Lions lidera a NFL na estatística relacionada com o início de drives. Em média os seus adversários começam na sua linha de 20 jardas, Allen obrigou os Texans a começarem na sua linha de 16.

"Eu conheço o valor dele," acrescentou o defensive end Chris Long. "É um exemplo da forma como todos fizeram o seu trabalho para conseguir a vitória numa semana reduzida de preparação."

Bill Belichick avisa os seus jogadores que todas as jogadas são importantes, cada uma tem o potencial de ser determinante e até mesmo decisiva. Ryan Allen tem essa lição bem decorada. 

"Por vezes uma só jogada, quer seja no ataque, na defesa ou nas equipas especiais, pode alterar a forma como o jogo decorre," explicou Allen. 

Depois do jogo, quando lhe perguntaram se havia algum segredo, alguma técnica especial para levar a bola a ressaltar favoravelmente, Allen explicou que em muitos casos é tudo uma questão de sorte.

"A única coisa que posso dizer em relação à forma como a bola ressalta, nestes anos que tenho jogado, é que quanto mais lenta for a rotação no pontapé, maior é a possibilidade da bola bater no relvado e subir em vez de ressaltar para a frente," explicou Allen. "É isso que tentamos fazer. Mas na maior parte das vezes não conseguimos prever como vai ser o ressalto, umas vezes ressalta a nosso favor, outras vezes não."  

Quando foi informado que tinha sido nomeado 'Jogador da Semana', Allen, num gesto típico nos Patriots, distribuiu os louros pelos colegas. 

"Coletivamente, este é o tipo de desempenho que a nossa unidade de punt quer ter," disse Ryan. "A minha experiência a jogar com o [capitão Matthew] Slater e agora o Jonathan Jones, que tem dado um passo em frente e deu um grande contributo à nossa unidade de punt – estes rapazes trabalham imenso todos os dias, algo que é demonstrado nos jogos. É algo em que nos empenhamos todas as semanas, porque nós queremos ter um impacto e ter um efeito positivo sobre o nosso desempenho global no jogo."

Presentemente na sua quarta temporada, Allen confessou não imaginar antes do jogo que iria fazer aquela que foi a sua melhor exibição com a camisola dos Patriots.

"Não, nunca se sabe como é que as situações vão surgir," reconheceu Allen. "Há muitas coisas que tu não podes controlar no kicking game – quer seja situacional, [como é o caso do] clima – e o nosso trabalho é estar focado no que precisamos de fazer. Eu tenho que trabalhar para lhes dar [à unidade de cobertura] bolas boas, e eles têm que fazer o que têm vindo a fazer, porque eles têm feito um trabalho tremendo na cobertura. A proteção tem sido sólida. É algo para continuar."

This article has been reproduced in a new format and may be missing content or contain faulty links. Please use the Contact Us link in our site footer to report an issue.
Advertising

Latest News

Presented by
Advertising

Trending Video

Advertising

In Case You Missed It

Presented by
Advertising