Official website of the New England Patriots

replay
Replay: Patriots Postgame Show Fri Dec 02 - 01:00 AM | Mon Dec 05 - 08:55 AM

'Sempre há espaço para melhorias', disse Bill Belichick sobre os rookies

Em conversa com a imprensa na manhã da terça-feira, 25/10, o técnico mostrou estar otimista com a performance dos novatos.

2e86b8d6c6044d18bbdce6f42fcc2c53.jpg
New England Patriots head coach Bill Belichick walks onto the field before an NFL football game between the Pittsburgh Steelers and the New England Patriots in Pittsburgh, Sunday, Oct. 23, 2016. (AP Photo/Don Wright)

Na manhã desta terça-feira, 25/10, o técnico Bill Belichick falou por telefone com a imprensa, analisando a performance dos rookies e falando sobre sua preparação. Confira as perguntas e respostas.

Questão:O que você observa em LeGarrette Blount durante a semana de treinos que pode contribuir para que ele cresça nas partidas?
BB:Bom, não sei. LeGarrette faz tudo que pedimos, tem sido um bom jogador para nós, está em campo regularmente, faz suas recepções e está em ótima condição, então não consigo pensar em nada para acrescentar em sua preparação, além de tudo que ele já faz. Ele sempre foi muito capaz. Se você pensar em quando enfrentamos o Buffalo anos atrás, quando ele "carregou" todo o time em suas costas, nota que ele é um corredor atlético e hábil, que pega a bola com segurança. Fico feliz por podermos contar com ele, que tem sido bastante produtivo desde que chegou ao time.

Q:Com alguém do tamanho de LeGarrette Blount, você espera que a equipe possa intimidar cada vez mais a defesa dos oponentes?
BB:Acho que tudo começa lá na frente. É difícil para qualquer um que esteja atrás se movimentar quando não há espaço para correr. Temos que fazer um bom trabalho com nossos atletas, seja James White ou LeGarrette Blount, fazendo com que sejam titulares e tenham oportunidades para tackles e para que abram espaço para que se desvencilhem da defesa.

Q: O que você tem pensado quanto aos rookies até o momento? Algo único quanto à eles? É quase um bônus você poder contar inesperadamente com novatos por muito tempo de jogo e com boa produtividade?
BB: Temos um bom grupo de rookies, que trabalha duro, faz muitas tarefas extras que solicitamos para prepará-lo para a transição para a NFL. Eles estão se esforçando muito para aplicar tudo que aprendem. É um bônus? Não sei. Acho que quando você faz o draft de um jogador, espera que ele possa contribuir. Quanto ao timing para isso, é sempre incerto, nem todo mundo trabalha como imaginávamos, cada jogador é um jogador, e isso faz parte. Realmente tento não criar muita expectativa nesse sentido. Se for para acontecer, acontece. Você apenas tem que continuar trabalhando com eles e tentando fazer com que todos melhorem, compreendam seus pontos fortes e fracos, seja técnica, treinamento ou instintos. Se você dá oportunidade para eles trabalharem, ver se conseguem aprender, fazer ajustes e otimizar o que for necessário, está no caminho certo.

Q: Como você analisa a performance de Eric Rowe nas oportunidades que teve nas últimas semanas?
BB:Ele fez boas coisas nas últimas semanas. Ainda é evidente que é um novato e isso está conforme as expectativas, e a cada semana temos novas formas de "encaixar" o time, de acordo com o oponente que enfrentamos. Quanto ao entrosamento com seus colegas de equipe, comunicação e ajustes, ele melhora a cada semana e isso é ótimo. Temos um caminho a seguir mas ele teve sim um impacto positivo nas oportunidades que teve em campo.

Q: Tem alguma ideia sobre quando vocês poderiam ativar qualquer dos jogadores no PUP?
BB: Temos que falar com nossas equipes médica e de condicionamento para saber em que ponto está cada atleta e, a partir disso, saber o que fazer quando recomeçarmos os treinos na quarta-feira. Vamos analisar estas informações para tomar a melhor decisão.

Q:Frequentemente, nós, repórteres, vamos direto ao ponto quando um jogador parece estar com performance abaixo do esperado, assim como quando alguém se destaca positivamente. Como Marcus Cannon tem se saído?
BB:Acredito que Marcus fez um bom trabalho conosco. Ele foi escalado para suprir a ausência de Sebastian Vollmer e Nate Solder, teve bom desempenho. Estendemos nosso contrato com ele e validamos a confiança que temos. Como qualquer jogador, conforme cresce a experiência, a performance melhora. Nossa linha ofensiva certamente melhorou no último ano, jogando com mais consistência. Mas sempre há espaço para melhorias e a continuidade que tivemos nas últimas semanas, com boa comunicação, ajuda todo o time. Mas acho que Marcus tem feito um bom trabalho. Como qualquer lineman, quanto menos seu nome é chamado, melhor ele está se saindo. Provavelmente, é um bom sinal o fato de ele não ser muito mencionado, quer dizer que não está fazendo nada muito errado.

This article has been reproduced in a new format and may be missing content or contain faulty links. Please use the Contact Us link in our site footer to report an issue.
Advertising

Latest News

Presented by
Advertising

Trending Video

Advertising

In Case You Missed It

Presented by
Advertising