Official website of the New England Patriots

replay
Patriots Replay Wed May 27 | 12:00 AM - 11:59 PM

Treinadores dos Patriots comentam a cobiça de outros clubes

Inicialmente, para além dos dois coordenadores, Josh McDaniels e Matt Patricia, também o Director Técnico Nick Caserio estaria a ser cobiçado por outras franquias. Mas, na sexta-feira circularam várias notícias a indicar que Caserio teria recusado os convites e decidido permanecer com os Patriots. Ao que tudo indica assim foi, pois não houve confirmação de que Caserio tenha comparecido a nenhuma entrevista.

Mas, durante o fim-de-semana, os dois coordenadores perseguiram o seu sonho de um dia serem treinador principal de uma franquia ao serem entrevistados pela direção de vários clubes.

Segundo notícia divulgada pela estação CSNNE, Josh McDaniels, coordenador ofensivo dos Patriots, passou o dia de sábado a ser entrevistado por três franquias -- Jacksonville Jaguars, Los Angeles Rams e San Francisco 49ers --, enquanto Matt Patricia, o coordenador defensivo, foi entrevistado também pelos 49ers e ainda pelo San Diego Chargers.

Segundo os regulamentos da NFL, as equipas com vagas para treinador ou diretoria técnica, podem dialogar com treinadores ou elementos dos quadros executivos de equipas que tenham folga na primeira semana dos play-offs, como foi o caso dos Patriots. Porém, essas reuniões terão de ser realizadas em locais que sejam convenientes para as equipas a que pertencem, pelo que no que se refere a McDaniels e Patricia as entrevistas aparentemente tiveram lugar na cidade de Providence, capital do vizinho estado de Rhoe Island, no sábado, porque os dois coordenadores tinham que se apresentar ao serviço no domingo.

Conforme seria de prever, o tema foi levantado durante as conferências de imprensa de segunda-feira.

255b0a172589487da6f239f54261a7f4.jpg

Curiosamente, nenhum dos jornalistas apresentou a questão a Bill Belichick. Mas, na parte da tarde, durante a sua entrevista semanal à estação de rádio WEEI, em Boston, o treinador dos Patriots falou muito brevemente sobre o assunto.

"Já aconteceu no ano passado, por isso não é nada de novo," disse Belichick. "É o que é. Eles têm feito um bom trabalho para mim e se surgir uma oportunidade para eles, que seja o trabalho certo para eles, e se eles quiserem seguir nessa direção profissionalmente, a decisão é deles e nós vamos apoiá-los".

Matt Patricia, de 42 anos, participou apenas uma vez neste processo, pois foi entrevistado em Janeiro pelos Browns, mas não conseguiu o cargo. Já Josh McDaniels, de 40 anos, tem muito mais experiência a lidar com esta situação, uma vez que em 2009 foi contratado pelo Denver Broncos, mas menos de dois anos depois foi despedido e regressou aos Patriots. Desde essa altura tem sido cobiçado por outras franquias praticamente todos os anos.

Na segunda-feira, para além de responderem às perguntas sobre as entrevistas em que haviam participado, os dois coordenadores deixaram bem clara a apreciação que têm pela forma como Bill Belichickos tem tratado.

"Não há ninguém melhor [do que Bill Belichick]," disse McDaniels. "Ele não é nada egoísta e preocupa-se com todos nós. Se há algo que precisamos ou lhe pedimos a ele, tenho a certeza que ele iria fazer e dar-nos, quer se trata de conselhos, conhecimentos ou recomendações. Ele não é apenas alguém cujo exemplo seguimos em termos de nos prepararmos para o próximo adversário, mas ele também é um mentor em muitas áreas diferentes das nossas vidas, e isto não seria diferente."

"Para ser bem honesto com vocês, o treinador [Bill] Belichick é inacreditável," acrescentou Patricia. "Ele é um dos treinadores de football mais inteligentes com quem já lidei. Aprendi muito com ele. Gosto imenso de todos os dias tentar compreender o jogo e como ele vê o jogo e o que ele analisa."

JOSH MCDANIELS FALOU PRIMEIRO

Josh McDaniels foi o primeiro a dialogar com os jornalistas. Quando lhe perguntaram se, devido à experiência anterior, conseguia compartimentar as entrevistas e a preparação para o jogo contra os Texans, McDaniels esclareceu que está já focado no jogo de sábado.

d3c470c62185497cacfa7f8bb40ae731.jpg

"Eu acho que a profissão em que trabalhamos requer isso de nós todas as semanas," respondeu McDaniels. "Preparamo-nos para uma equipa e colocamos todo o nosso foco, o nosso tempo, a nossa preparação, a nossa energia para estarmos preparados para fazer o melhor possível cada semana contra um determinado adversário e depois no dia seguinte, quando o jogo acaba, na verdade, o nosso foco muda para algo diferente. Quer seja como poderemos melhorar em relação ao que acabámos de fazer na preparação, o relatório do scouting e o plano de jogo para o próximo adversário, eu penso sinceramente que fomos treinados para mudar de ritmo e virar todo o nosso foco para a tarefa que temos em mãos. Se for um dia de trabalho sabemos onde vai estar o nosso foco. Absolutamente vai estar sobre os Texans esta semana, e [estou] ansioso por começar."

 A única outra pergunta sobre o assunto foi o pedido de comparação entre a experiência deste ano em comparação como que se passara em anos anteriores.

"Uma vez mais, sinto uma humildade, [sinto] que é um privilégio ter a oportunidade de fazer estas coisas," acrescentou Mc Daniels. "Sinto-me muito feliz por ter tido a oportunidade de me sentar na frente a essas pessoas e que elas me iriam ouvir e passar tempo comigo. Tento fazer o melhor que posso e representar a nossa equipa, a organização de onde venho, e a minha família da melhor maneira possível, e tudo o resto vai vai-se desenrolar conforme deve."

A concluir, McDaniels indicou que este não é um processo fácil para quem nele está envolvido porque "estou totalmente investido nesta equipa e nesta temporada e é aqui que estou agora. Eu vou fazer tudo o que puder para dar o meu máximo e ajudar a equipa a vencer no sábado à noite, e tenho a certeza que todos vão fazer o mesmo."

MATT PATRICIA JÁ ESTÁ FOCADO EM HOUSTON

Seguiu-se Matt Patricia e a primeira pergunta foi diretamente ao assunto.

"Bem, respondo já e torno tudo fácil," começou por dizer Matt Patricia. "Obviamente no-fim-de semana fiquei muito grato por essas oportunidades e pela grande experiência que passei. Penso que agora tudo para mim é Houston. Virei a página assim que pude."

Quando lhe perguntaram se a experiência deste fim-de-semana tinha sido semelhante à do ano passado, Matt Patricia foi pouco expansivo na resposta.

8c3ee4f58bfa46fb875bc328cce98992.jpg

"Vou-lhe dar apenas uma resposta rápida e breve. Verdadeiramente, para mim, tenha toda a minha atenção em Houston. Mas eu diria que, em termos gerais, talvez como com qualquer processo de entrevista, para mim a parte fascinante de tudo isso é apenas aprender sobre todas as diferentes organizações e como elas funcionam, porque todas são tão diferentes," concluiu Matt Patricia. "E isso é uma declaração generalizada sobre a NFL. Às vezes ficamos fixos naquilo que fazemos no dia-a-dia, e nunca olhamos realmente para essas coisas numa escala completa, mas elas são muito fascinantes – a NFL em geral é muito fascinante [tal como], as organizações e a forma como são administradas. É muito fixe. Mas digo uma vez mais, Houston é onde eu estou [focado]."

Obviamente, o facto de terem sido entrevistados não significa que sejam as únicas opções para as várias franquias em questão. Assim, segundo a CBS Sports, os Rams tinham uma entrevista marcada para domingo com Kyle Shanahan, o coordenador ofensivo do Atlanta Falcons. Porém devido ao nevão que caiu em Boston, o voo foi cancelado e a entrevista com Shanahan foi adiada para uma data futura, dependendo dos resultados dos Falcons nos play-offs.

Ao mesmo tempo, foi revelado que o Jacksonville Jaguars terá optado por Doug Marrone, que foi treinador-adjunto e treinador da linha ofensiva de 2015 a 2016, e terminou a temporada como treinador-interino. Marrone foi treinador do Bufallo Bills em 2013 e 2014.

E o Los Angeles Rams revelou estar interessado em entrevistar também Mike Vrabel, treinador de linebackers dos Texans, assim que a equipa for eliminada dos play-offs.

Portanto, é uma situação em constante evolução, pois tudo indica que poderão surgir ainda mais vagas quando terminarem os play-offs. No que se refere aos dois coordenadores dos Patriots, só poderão tornar a ser entrevistados depois da equipa ser eliminada, ou quando acabar a temporada, o que para os fãs da equipa idealmente seria depois do dia 5 de Fevereiro, data do Super Bowl.

This article has been reproduced in a new format and may be missing content or contain faulty links. Please use the Contact Us link in our site footer to report an issue.

Advertising