Official website of the New England Patriots

live
Patriots Unfiltered Tue May 26 | 11:55 AM - 02:00 PM

Treinadores trocaram elogios

A comunicação social a nível nacional considera os Patriots como o grande favorito no jogo contra os Texans. Mas Bill Belichick, treinador dos Patriots, na sua conferência de imprensa de terça-feira falou sobre um adversário que impõe muito respeito.

"Estamos profundamente empenhados na preparação para [o jogo contra] Houston. Eles são uma equipa realmente impressionante, [tiveram] uma grande vitória na semana passada contra Oakland," disse Bill Belichickna abertura da sua sessão com a comunicação social. "Eles estão a jogar muito bem neste momento, excelentes na defesa, muitos jogadores explosivos no ataque, no kicking game, bem treinados. Obviamente, uma equipa muito boa fundamentalmente. Eles não se derrotam a si próprios, não cometem faltas para serem penalizados, não cometem turnovers. Basicamente uma equipa de football realmente sólida. Será um grande desafio para nós esta semana sermos capazes de competir contra eles. Foi uma grande vitória para eles no jogo do wild card. Tenho a certeza que vêm para cá com muita confiança, como deveriam."

b65c4b727ccb42438720d2814e7c69b8.jpg

Esta entrada é habitual nas análises de Bill Belichick. Normalmente destaca as qualidades dos adversários, exige que os seus jogadores conheçam os adversários por dentro e por fora e depois explica-lhes e revela o que terão que fazer para poderem ganhar o jogo.

Já para Bill O'Brien, que pertenceu à equipa técnica dos Patriots entre 2007 e 2011 até sair para assumir o comando da Penn State, a goleada, 27-0, sofrida na terceira semana da temporada ainda está bem fresca na sua memória. Por isso, quando fala de dificuldades, tem muito em que se basear.

"É um desafio tremendo. Trata-se duma equipa que faz isto ano após ano," disse Bill O'Brien quando se referiu ao comportamento dos Patriots, algo que contrasta tremendamente com a sua equipa, que na semana passada conseguiu aquela que "foi apenas a terceira vitória desta organização nos play-offs. Temos um grande desafio à nossa frente."

Mas, O'Brien não se dá por rendido.

"Temos muitos jogadores bons no nosso balneário que estão ansiosos por este jogo," acrescentou O'Brien. "Nós sabemos que os Patriots são uma grande equipa. Nós sentimos que se formos lá e treinarmos bem – se tivermos uma boa semana de treinos – podemos ir até lá e jogar arduamente durante 60 minutos, e quem sabe, vamos ver o que acontece."

Para alguns dos críticos, o fato de Bill O'Brien ter estado em Foxboro durante cinco temporadas e ter sido o coordenador ofensivo dá-lhe alguma vantagem. Trabalhou em estreia colaboração com Tom Brady durante alguns anos, conhece muito bem o *quarterback *dos Patriots. Porém, não considera que isso venha a ser decisivo neste jogo.

Tom Brady practice 01-10-17.jpg

"Penso que tens mais a ver com a execução. Não lhe vamos mostrar algo que ele [Tom Brady] já não tenha visto. Ele faz isto há 17 anos, ou qualquer coisa do género," explicou O'Brien. "Quer dizer, isso faz parte de quem ele é. Ele já viu tudo. Ele está muito bem preparado. Ele já jogou contra muitos destes jogadores. Ele já jogou contra este sistema [de jogo]. Simplesmente precisamos de fazer o que fazemos e executar e completar todas as jogadas. Estar muito focados em cada jogada, acho que isso é imenso para nós."

Na segunda-feira, O'Brien tinha declarado que "conforme já disse muitas vezes, para mim ele é o melhor quarterback que jamais jogou este jogo. Ele tem feito isto com tipos de equipa diferentes, com colegas diferentes. Ele é um grande quarterback. Por isso a preparação para [jogar contra] ele, é muito difícil."

"Eles [os Patriots] são o tipo de equipa que se tu cometes muitos erros, eles vão-te enterrar. Por isso temos que fazer um bom trabalho — não tem que ser perfeito — mas temos que limitar os nossos erros independentemente de ser na defesa, no ataque ou nas equipas especiais."

MUITAS DIFERENÇAS EM RELAÇÃO À TERCEIRA JORNADA

As equipas que entrarem em campo no sábado vão ser dramaticamente diferentes das que jogaram no dia 22 de Setembro, na tal vitória dos Patriots, 27-0.

"Não tenho bem a certeza se no meio disto tudo as coisas que aconteceram há três ou quatro meses são assim tão importantes," sugeriu Josh McDaniels, o coordenador ofensivo dos Patriots.

E na realidade a defesa dos Texans mudou imenso. Brian Cushing regressou depois de ter recuperado de uma lesão nos ligamentos do joelho, e juntamente com o outro* linebacker*, Benardrick McKinney, permitiu que a equipa passasse a defender muito melhor o jogo corrido adversário.

"Esses dois são tão bons como qualquer combinação de [linebackers] interiores — quero dizer individualmente são do melhor que já defrontámos — mas são tão bons como qualquer combinação de* linebackers* interiores que temos visto ou que já vimos há algum tempo," considerouBill Belichick.

5624ea59f45843adbc82b2cba91a68c4.jpg

Nesse jogo, os Patriots transformaram dois fumbles *das equipas especiais dos Texans em 14 pontos e o *punter Ryan Allen acabaria por ser nomeado Jogador da semana na AFC pois seis dos seus sete *punts *caíram dentro da linha de 20 jardas de Houston. Por conseguinte, em média os Texans começaram as suas séries na sua linha de 16 jardas, enquanto os Patriots começaram na linha de 40 jardas, uma diferença abismal.

Obviamente, também há imensas diferenças nos Patriots, pois na altura Tom Brady estava a cumprir o terceiro de quatro jogos de suspensão e Jacoby Brissett fez a sua estreia a titular devido à lesão de Jimmy Garappolo.

O JOGO TERRESTRE PODE SER DECISIVO

Talvez por isso, o jogo terrestre foi decisivo. LeGarrette Blount fez 24 transportes e acumulou 105 jardas e dois touchdowns. Coletivamente os Patriots conseguiram 185 jardas em bola corrida e Dion Lewis ainda estava afastado devido à lesão no joelho.

Mas, a defesa dos Texans melhorou dramaticamente nesta fase do jogo, pois nos últimos 10 jogos permitiu apenas uma média de 75,1 jardas por jogo.

Apesar do melhoramento, Bill O'Brien reconhece que as armas dos Patriots são mais ameaçadoras.

"Este vai ser um desafio completamente diferente," disse O'Brien. "Eles têm um esquema excelente, uma linha ofensiva muito boa, e usam muitos backs diferentes. Eles têm jogadores muito bons, e estão bem treinados."

d2bf8f9ef1cd4ab8a25f4e7be0116d9b.jpg

"Eles são muito, muito, muito explosivos," acrescentou O'Brien. "Eles têm três ou quatro backs que levam o jogo em todas as direções – o jogo de passe e o jogo corrido. Eles são muito dinâmicos, quando estão todos em campo tu tens que compreender como é que eles te podem atacar, e com todos esses backs tu podes ser atacado de muitas formas diferentes. Penso que essa é uma das coisas mais difíceis para preparar uma defesa, quando tens backs múltiplos que podem entrar no jogo e estar frescos à entrada para o jogo. São uma mão cheia, são uma mão cheia."

Bill Belichick concordou que o jogo corrido dos Patriots tem sido um dos pontos fortes da equipa, especialmente a campanha feita até ao momento por LeGarrett Blount.

"Ele [Blount] tem feito um bom trabalho. Tem estado cá todo o ano, não falhou nada. Ele tem sido durável. Ele tem estado em campo durante toda a temporada, no estágio. Ele tem sido sólido para nós," comentou Bill Belichick. "A linha ofensiva tem feito um bom trabalho, os tight ends, o* full back*. O jogo aéreo tem ajudado o jogo corrido. O jogo corrido tem ajudado o jogo de passes. Mas isso agora não quer dizer nada porque vamos defrontar a melhor defesa da liga aqui, por isso vamos ver o que é que podemos fazer esta semana. Este será um grande desafio para nós."

LeGarrett Blount já recebeu a mensagem. Tem que esquecer o que aconteceu na terceira jornada e preparar-se devidamente para sábado à noite.

"Nenhuma das equipas que está nos play-offs está como estava na semana 3. Eles têm jogadores que regressaram (de lesões), perderam jogadores (devido a lesão), fizeram algumas alterações e começaram a dar a bola aos jogadores mais importantes," disse Blount durante a entrevista semanal concedida à estação de rádio WEEI, em Boston. "Houve muitas coisas que mudaram para eles ao longo do que foi quase uma temporada. Eles colocaram-se na melhor posição possível para ganhar o jogo, têm feito isso e por conseguinte tornam a vir cá para jogar contra nós. Sabemos que não vai ser a mesma equipa contra quem jogámos anteriormente, vão ser muito mais difíceis, vão ser muito mais disciplinados, por isso temos que ir para o campo e jogar o melhor possível para podermos ganhar."

This article has been reproduced in a new format and may be missing content or contain faulty links. Please use the Contact Us link in our site footer to report an issue.

Latest News

Advertising