Official website of the New England Patriots

replay
Patriots Replay Fri May 29 | 12:00 AM - 11:58 PM

A Lógica de Alguns Cortes

É, talvez, a fase mais angustiante de toda a pré-temporada, este dia de divulgação dos cortes, o dia em que todos os treinadores são obrigados a reduzir o seu roster para 53 jogadores.

Bill Belichick, após o último jogo de preparação, reconheceu que "é sempre muito difícil" quando a equipa técnica tem que dizer a "um jogador que não vai poder ficar na tua equipa quando ele fez tudo o que lhe pediste para fazer. Mas, infelizmente as coisas são assim."  

Exato, é mesmo assim, é esta a realidade da NFL.

dd680a14268a4b968a1c03eb0875646b.jpg

Os Patriots começaram o dia de sábado com 75 jogadores, mas como Tom Brady e Rob Ninkovich foram punidos pela liga com quatro jogos de suspensão, o número baixou logo para 73.

Segundo divulgações nas redes sociais e em vários sites que cobrem os Patriots, as dispensas ou cortes de jogadores não foram todas efetuadas à mesma hora. Na realidade, embora o prazo fosse às 16 horas, os nomes dos jogadores começaram a surgir horas antes, a conta-gotas.

Assim, o primeiro terá sido o undrafted cornerback Cre'Von LeBlanc. Previa-se que LeBlanc estaria em luta direta com Jonathan Jones [rookie, da Universidade de Auburn] pela quinta e última vaga nesta posição. A lesão que o afastou do último jogo de preparação e o destaque de Jones nas equipas especiais (special teams), pois este distinguiu-se na luta direta contra os gunners dos Giants nos lances de devolução de punts, terão sido decisivos.

"Ele (Jonathan Jones) trabalhou e tentou fazer jogadas e melhorar com o decorrer do tempo e certamente mostrou a sua habilidade ao ponto de pensarmos que nos vai poder ajudar no lugar de cornerback," disse o coordenador defensivo Matt Patricia durante a conferência de imprensa de domingo. "Tem bastante velocidade e boa habilidade e mostrou imenso melhoramento com a passagem do tempo no estágio."

Seguiram-se os cortes de Darryl Roberts e Vinnie Sunseri. Como Malcolm Butler, Logan Ryan e Cyrus Jones estavam praticamente garantidos e Justin Coleman, adquirido o ano passado aos Seahawks, tendo atuado em 10 jogos pelos Patriots, mostrou estar recuperado da lesão que o obrigou a falhar vários dias durante o estágio de pré-temporada, simplesmente não havia espaço para mais nenhum cornerback.

Tanto LeBlanc como Roberts foram colocados na waived/injured list, deixando assim a porta aberta para um possível regresso através da practice squad.

Acabaram as oportunidades para Aaron Dobson

e623c06a8039404fbab69e85fc40f051.jpg

Calhou depois a vez aos wide receivers, e foi aí que surgiram algumas das maiores surpresas. Aaron Dobson e DeAndre Carter foram os primeiros a cair. 

Foi o fim da linha para Dobson, que tem sido uma promessa adiada desde que foi escolhido na segunda ronda em 2013. Começou muito bem o estágio, mas foi perdendo fulgor à medida que o rookie Malcolm Mitchell, uma escolha de quarta ronda este ano, subiu de rendimento.

Dobson acaba a seu carreira nos Patriots com 53 receções, 698 jardas e quatro touchdowns, mas 37 dessas receções surgiram na sua primeira temporada.

Keshawn Martin também viria a receber guia de marcha, passando assim a ser uma das surpresas do dia, pois cobrara um bónus de assinatura de $600.000. Mas, a lesão sofrida durante o jogo da passada quinta-feira, que o vai afastar dos relvados durante algum tempo, terá sido fator decisivo no corte de Martin.

Na pré-temporada, Martin teve apenas duas receções, para 16 jardas e um touchdown, e o ano passado fez nove jogos, com 24 receções, 269 jardas e dois touchdowns.

Devin Lucien teve a mesma sorte, lesão no jogo de quinta-feira, corte no sábado.

Chris Harper foi o último dos recebedores a ser dispensado. 

135feecdd794407ca5f6576a27dc5a92.jpg

Embora estes cortes não tenham surpreendido, atendendo às circunstâncias e às lesões, o certo é que se trata de uma posição onde os Patriots ficam algo limitados. Danny Amendola foi retirado da PUP list, o que significa que está fisicamente recuperado e portanto disponível para regressar aos treinos. Mas tanto ele como Julian Edelman têm sido fustigados por lesões nos últimos anos e Mitchell separou o ombro a 11 de Agosto, continuando afastado da equipa, pelo que Chris Hogan é o único saudável deste grupo.

Muito possivelmente a equipa técnica irá acrescentar alguém nos próximos dias, embora também haja a possibilidade de se ver um papel mais ativo no ataque por parte dos tight ends

Sobre o regresso de Amendola, Bill Belichick limitou-se a dizer que "nós não vamos ativar um jogador a não ser ele tenha tido alta do departamento médico, e nós sentimos que ele seria capaz de jogar e participar. O Danny trabalha arduamente como sempre faz, e nós sentimos que ele está pronto para sair da designação de reserva."

Nesta sequência seguiu-se o corte do* linebacker* Kamu-Grugier-Hill, escolha de sexta ronda deste ano. 

Foi mais uma surpresa porque Grugier-Hill tem feito uma boa pré-temporada e no jogo de quinta-feira frente aos Giants teve mesmo uma das jogadas mais comentadas quando, no retorno de um punt, atingiu Bobby Rainey de forma tão brutal que foi possível ouvir os suspiros de preocupação dos adeptos da casa.

O problema aqui foi que o grupo de linebackers é muito sólido, comandado por Jamie Collins, Dont'a Hightower e Jonathan Freeny. Barkevious Mingo, recém-chegado de Cleveland, foi o homem do jogo frente aos Giants.

Elandon Roberts ganha a disputa com Khun

Grugier-Hill esteve portanto em disputa direta com Brandon King e Elandon Roberts, também escolhido na sexta ronda deste ano.

"O Elandon foi um jogador muito produtivo na universidade e acho que esses instintos transitaram para a primavera e para o estágio," disse Bill Belichick quando se referiu ao jogador. "Corre bem, está sempre perto da bola, é agressivo, por isso está a melhorar. No entanto, como todos os caloiros, ainda tem um caminho a percorrer, mas ele está a melhorar e a progredir."

Kevin Snyder também se lesionou na quinta-feira frente aos Giants, tendo sido operado à mão na sexta-feira, e por isso foi colocado na lista waived/injured.

Na lista de cortes apareceu depois o nome de Tyler Gaffney, que havia estado em luta direta com o undrafted rookie D.J. Foster.

D.J. Foster agarra um lugar

7c74069966d741219874f2e9dd3b58e9.jpg

Mas, Gaffney lesionou-se na quinta-feira, o que contrastou com mais uma boa exibição de Foster. Por conseguinte, Gaffney poderá acabar na lista injured reserve.

Foster tem velocidade suficiente para chegar às linhas laterais, boas simulações, fintas de corpo, e no último jogo de preparação, não obstante um fumble, teve nove receções para 110 jardas.

"O D.J. [Foster] tirou o melhor proveito das suas oportunidades," explicou Josh McDaniels, coordenador ofensivo dos Patriots. "Tudo o que podemos pedir a qualquer jogador é estar pronto para jogar quando o colocamos em campo e seja o que for que lhe pedirmos, ele tenta fazer o melhor possível…ele tirou proveito de mais do que uma maneira. No jogo terrestre, nos passes. Ele bloqueou os blitzers."

"Tem trabalhado imenso desde que chegou aqui. Ele certamente é um jovem jogador com um longo caminho a percorrer para melhorar e progredir, mas parece-me que ele tentou fazer o melhor que pôde com as oportunidades que lhe demos ao longo das últimas semanas. Estou ansioso para continuar a trabalhar com D.J."

Joey Iosefa também foi dispensado.

Como full-back, os Patriots mantiveram James Develin, que falhou a temporada de 2015 por ter partido a perna durante a pré-temporada. Como os Patriots, especialmente durante a ausência de Tom Brady, vão provavelmente apostar mais no jogo terrestre, a presença de Develin como bloqueador assume ainda maior importância.

Passou depois a vez do defensive tackle Markus Kuhn, o veterano, de 30 anos, que assinou pelos Patriots como unrestricted free agent do New York Giants a 7 de Abril. Mede 6 pés-4 (1.93 m), pesa 315 libras (143 quilos) e disputou 39 jogos na NFL, 10 como titular, tendo registado 48 tackles, 1 1/2 sacks e dois fumble recoveries.

Anthony Johnson venceu a competição

c427657df12a47cdbc5b479b674ed90d.jpg

Em competição com Khun esteve Anthony Johnson, que conquistou uma das vagas.

"Infelizmente, ele [Johnson] falhou um pouco de tempo na parte inicial do estágio, mas quando conseguiu regressar aos treinos, foi colocado na competição - não que ele não estivesse, ele estava na competição - mas conseguiu participar nos ensaios dentro da competição a defensive tackle," explicou o treinador Bill Belichick. "Ele teve algumas jogadas positivas e produtivas para nós. Ele trabalha arduamente, é um bom rapaz e é duro."

É mais baixo, 6-pés-2 (1,88 m), e pesa menos, 280 libras (127 quilos), mas Johnson é também mais rápido e mais ágil.

O roster está longe de estar finalizado, quanto mais não seja para acomodar os regressos de Brady e Ninkvoc quando acabarem as suspensões.

"Dezasseis jogos, é muito futebol, e tu precisas de muitas opções para sobreviveres a esses 16 jogos, mas não sabes exatamente onde vais precisar [de reforços]," explicou Belichick. 

"É um ato de grande equilíbrio, e tu sabes que vais ter equipa no próximo ano, por isso será que tu queres manter um jogador este ano mas estás realmente a pensar onde é que ele vai estar no próximo ano?"

Boa pergunta, mas só Bellichick sabe a resposta.

Eis o roster completo:
http://www.patriots.com/team/roster

This article has been reproduced in a new format and may be missing content or contain faulty links. Please use the Contact Us link in our site footer to report an issue.

Advertising