Official website of the New England Patriots

replay
Patriots Replay Wed Sep 23 | 02:00 PM - 11:59 PM

Como foi o fim-de-semana

Como foi o fim-de-semana

O tempo foi muito instável, pois houve um pouco de tudo, desde a chuva ao calor, com algum vento à mistura, o que acaba por ser positivo para a equipa técnica pois obriga os jogadores a alterarem os seus preparativos praticamente de dia para dia.

Sábado

A introdução dos equipamentos de proteção (pads) nos treinos de sábado subiu nitidamente a intensidade, mas paralelamente provocou algumas lesões, se bem que aparentemente nada de grave haja a apontar. Assim, as lutas de 1-contra-1 entre as linhas ofensiva e defensiva, as jogadas de corrida e os lances de 11-contra-11 junto à chamada linha de golo (goal line) deixaram mazelas.

ap_jonathan_cooper.jpg

O guard Jonathan Cooper (perna) e o lineman defensivo Anthony Johnson tiveram de receber assistência para abandonar o campo, com Cooper a ser retirado num carro de golfe depois de ter sido visto a coxear de forma acentuada. Já Johnson saiu com uma toalha na cabeça e nada se sabe sobre o teor da lesão.

Também o center Bryan Stork e o running back D.J. Foster abandonaram o treino mais cedo, igualmente por motivos não revelados.

A lista daqueles que não participaram incluiu o caloiro receiver Malcolm Mitchell, que entrou com a sua camisola vestida, o running back Brandon Bolden, o caloiro defensive lineman Vincent Valentine e o receiver Nate Washington.

Quase 22.000 fãs no sábado

Igualmente impressionante para os jogadores foi a presença do elevado número de fãs no sábado. Na realidade, os treinos dos Patriots têm-se tornado um evento a não perder, por vários motivos, desde a possibilidade de apanhar sol, à entrada gratuita, não esquecendo a possibilidade de conseguir alguns autógrafos. E convém não esquecer que a entrada é gratuita. Mas, no sábado, todas as normas foram ultrapassadas, já que compareceram 21.781 fãs, fato que não passou despercebido aos jogadores.

ap_chris_long.jpg

Para o defensive end Chris Long, que ingressou este ano nos Patriots depois de ter passado oito temporadas em St. Louis, esta presença dos admiradores da equipa é realmente impressionante.

"Como se estar com os pads pela primeira vez não fosse suficientemente excitante, entramos em campo e estes fãs dão-nos um ânimo incrível. Mostra-nos a paixão que os fãs têm. Nós estamos nas hidromassagens e mesmo assim conseguimos ver os fãs a encher (as bancadas) através da ESPN ou da NFL Network. Eles chegaram primeiro do que nós ao campo. É muito legal o que eles estão a fazer," disse Long em declarações prestadas à CSNNE.

"Há um entusiasmo no ar com estes fãs. São fãs fantásticos do desporto. Os fãs de Boston sempre foram conhecidos por terem paixão, mas até tu chegares aqui, não consegues realmente começar a sentir essa sensação. É muito divertido jogar frente a eles nos campos de treino."

Divisão das jogadas entre os quarterbacks

Para os fãs um dos motivos de maior curiosidade é a divisão das jogadas entre os três quarterbacks e também a rotatividade dos centers. Tom Brady trabalhou com Stork, Jimmy Garoppolo com David Andrews e Jacoby Brissett com Ted Karras. Mas, os caloiros Joe Thuney e Kyler Kerbyson, e ainda Josh Kline trabalharam nessas funções, ou seja seis linemen estiveram envolvidos neste trabalho específico.

Entre os lances de destaque, uma excelente receção de Martellus Bennett, que precisou apenas de uma mão para segurar a bola; o melhoramento de Aaron Dobson na área dos bloqueios; as batalhas entre Malcolm Butler e Chris Hogan; e ainda um dia com boas receções do caloiro tight end Bryce Williams.

As principais batalhas coletivas surgiram nas jogadas que envolveram o despique entre a linha defensiva e a linha ofensiva, especialmente nos lances de bola corrida, por vezes conhecidos por 9-contra-7 ou interior. LeGarrette Blount teve dois bons arranques e num deles praticamente atropelou Jamie Collins.

No que se refere aos chamados special teams, o trabalho principal foi dedicado ao kickoff team. O primeiro grupo, a trabalhar com o kicker Stephen Gostkowski, incluiu Devin McCourty, Jordan Richards, Geneo Grissom, Kamu Grugier-Hill, Brandon King, Duron Harmon, Matthew Slater, Ramon Humber, Chris Hogan e Logan Ryan.

Trata-se duma área que vai merecer maior atenção por parte da equipa técnica porque os regulamentos foram alterados e como tal os chamados touchbacks este ano terão início na linha de 25 jardas.

O gosto pelo contacto físico, 'o football começa hoje'

Para o treinador Bill Belichick o verdadeiro football só começa quando há contacto físico. Por isso, em termos práticos sábado foi primeiro dia de grande intensidade e a fisicalidade das jogadas esteve bem patente durante as mais de duas horas de treino.

ap_bryce_williams.jpg

"Finalmente tu vês jogadas de bola corrida, não são apenas passes em todas as jogadas. Penso que isto é que é o verdadeiro football," disse o safety Devin McCourty. "Chegámos cá e agora vamos trabalhar nas [jogadas] fundamentais, todas essas coisas. Estamos a ver a mentalidade da rapaziada, [se] são capazes de jogar violentamente. O football é isso."

"Agora estamos a jogar football," acrescentou o wide receiver Chris Hogan. "Isto é que é o verdadeiro football e nós estamos ansiosos por isto, nos 1-contra-1 contra os DBs (Defensive Backs), os lances de bloqueios e tudo mais. Hoje foi muito divertido."

Até o tight end Bryce Williams, que se estreia na liga este ano, estava entusiasmado.

"Definitivamente. Estou certo que posso falar por todos e dizer que eu gosto muito mais dos pads," disse Williams. "Tu usas mais o teu físico e penso que é só jogar football verdadeiro.

"Sem dúvida que me sinto bem. Como o treinador Belichick disse, 'o football começa hoje.' É uma mentalidade diferente que assumes e tentas preparar-te para ires lá e competires."

Altos e Baixos

Em alta: Ted Karras – O caloiro offensive lineman aproveitou as oportunidades no sábado quando ocupou o lugar de guard direito. Devido à lesão de Jonathan Cooper e à ausência de Bryan Stork, Karras foi chamado várias vezes e deu boa conta do recado. Durante as lutas homem-a-homem conseguiu mostrar grande potência frente a Malcom Brown, tarefa nada fácil.

Em queda: Jonathan Cooper – Embora ainda seja demasiado cedo para determinar a gravidade da lesão de Cooper, o certo é que ele não ficou nada bem. Tom Brady teve o cuidado de ir ver como ele estava na altura em que foi retirado do campo, e as hipóteses de conquistar a titularidade a guard direito poderão desaparecer se Cooper estiver ausente durante muito tempo.

Jogada do Dia – É relativamente fácil cair na tentação de favorecer os lances de Tom Brady-para-Rob Gronkowski quando se escolhe esta categoria, mas no sábado este duo fez coisas à Brady-Gronk. Durante um ensaio na red zone já na parte final do treino, Brady lançou um corner fade perfeito para o seu alvo favorito e Gronk antecipou-se à cobertura de Patrick Chung, estirou-se e fez a receção. Celebrou a jogada com os fãs que estavam naquela zona.

This article has been reproduced in a new format and may be missing content or contain faulty links. Please use the Contact Us link in our site footer to report an issue.

Advertising